Canindé vai antecipar segunda dose da vacina contra a Covid em profissionais da educação

A proposta visa garantir o retorno seguro às aulas presencias que devem ser retomadas em agosto

Legenda: Em Canindé, XX professores receberão a segunda dose do imunizante
Foto: Thiago Gadelha

A Prefeitura de Canindé, interior do Ceará, vai antecipar, em cerca de um mês, a aplicação da segunda dose da vacina contra Covid-19 em professores e demais profissionais da educação. A aplicação do imunobiológico está agendada para os dias 2 e 4 de agosto. Já o retorno das aulas está marcado para dia 16 de agosto. 

Na próxima segunda-feira (2), serão imunizados os profissionais que receberam a D1 nos dias 29 de maio (data em que teve início, em todo o Ceará, a imunização nos professores) e 1º de junho.

Já na quarta-feira (4), será a vezes de receber a segunda dose aqueles que foram imunizados com a D1 nos dias 2 e 3 de junho.

O local de vacinação segue inalterado, ou seja, os profissionais devem se dirigir a unidade de saúde onde receberam a primeira aplicação. Os profissionais que tomaram os imunizantes da Astrazeneca ou da Pfizer, por exemplo, só completariam o esquema vacinal no fim de agosto

Segundo o secretário da Educação do Município, Kledeon Paulinho, serão imunizados "cerca de 1.500 professores e servidores administrativos da rede municipal e estadual". Conforme o Vacinômetro, da Secretaria da Saúde (Sesa) do Estado, a meta de imunização do Município para este grupo é de 1.509. Todos eles já receberam a primeira dose. 

Para o titular da pasta, a exemplo de como aconteceu na aplicação da D1, "dois dias serão suficientes para imunizar todos, ficando um terceiro dia reservado para eventualidades". 

No final do mês passado, o governado do Estado, Camilo Santana (PT) revelou em entrevista ao Sistema Verdes Mares a proposta de antecipar a segunda dose da vacina contra a Covid-19 nestes profissionais. A ideia é completar a imunização deles para garantir o retorno às aulas presenciais no segundo semestre.

[A proposta visa] retomar as aulas o mais rápido possível, mas garantindo segurança aos profissionais.
Camilo Santana
Governador do Ceará

Retorno presencial será escalonado

Com a finalização do esquema vacinal dos profissionais da educação, que deve ocorrer já na primeira semana de agosto, o Município projeta retorno presencial das aulas a partir do próximo mês.

O planejamento da Secretaria da Saúde aponta o retorno no modelo hídrico, na segunda quinzena de agosto, com níveis de escalonamento para a educação infantil e os estudantes do ensino fundamental. 

Kledeon Paulinho detalha que o retorno está previsto para dia de 16 agosto, iniciando pela educação infantil e as turmas do 5º ao 9º ano melhores avaliadas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). "Em setembro, [retornam] as demais turmas", pontua.

O retorno, no modelo híbrido, será escalonado, variando entre 25% a 50% da capacidade da sala. "Essa porcentagem é variável, pois temos escolas com turmas de 20 alunos e outras com 40. Então a porcentagem vai depender desse quantitativo de alunos por sala", explica o secretário da Saúde. 

Estamos nos preparando para um retorno seguro. As escolas estão recebendo investimentos e elas estão ficando aptas a um retorno seguro. Neste primeiro momento, usaremos as escolas que já estão preparadas.
Kledeon Paulino
Secretário da Educação de Canindé

Ele acrescenta que os investimentos foram na aquisição de insumos, materiais de limpeza e manutenção dos prédios. 

Quero receber conteúdos exclusivos do EducaLab