Pentágono determina medidas para entender OVNIs nos EUA

Nesta terça-feira (17) o Congresso americano teve a primeira audiência pública sobre OVNI pela primeira vez em 50 anos

OVNIs nos estados unidos
Legenda: O diretor de inteligência naval dos EUA trouxe um exemplo de fenômeno não identificado para ilustrar a preocupação
Foto: Kevin Dietsch / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP

Durante a primeira audiência pública em mais de 50 anos sobre Objetos Voadores Não Identificados (OVNIs) no Congresso dos Estados Unidos, realizada nesta terça-feira (17), as autoridades expressaram preocupação e se disseram determinadas em entender as origens dos fenômenos. Eles se referiram a "fenômenos aéreos não identificados" (UAPs, em inglês).

Uma dirigente de um órgão de inteligência do Departamento de Defesa dos EUA disse que as Forças Armadas estão "comprometidas" com o assunto. As informações são do g1.

CONFIRA SUPOSTA APARIÇÃO DE OVNI

Pilotos militares construíram um relatório e conseguiram documentar mais de 140 casos de fenômenos não identificados. As documentações começaram em 2004. 

Scott Bray, vice-diretor de inteligência naval, também esteve presente na reunião e levou exemplo de UAPs para ilustrar a preocupação. 

"Sabemos que nossos militares encontraram fenômenos aéreos não identificados e, como os UAPs representam riscos potenciais de segurança de voo e segurança geral, estamos comprometidos com um esforço concentrado para determinar suas origens", comentou Ronald Moultrie, supervisor de um subcomitê de Inteligência da Câmara. 

Ameaça em potencial 

Os legisladores e as autoridades presentes na reunião pontuaram que os OVNIs representam uma ameaça significativa, caso avancem. 

"Essa audiência e nosso trabalho de observação tem uma ideia central: Fenômenos Aéreos Não Identificados são uma ameaça em potencial à segurança nacional, e precisam ser tratados dessa forma", defendeu o democrata Andre Carson, do estado da Indiana. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo

Assuntos Relacionados