Boris Johnson lamenta morte de príncipe Philip; outras personalidades prestam homenagens

O primeiro-ministro britânico liderou um tributo de toda a nação ao duque

Boris Johnson
Legenda: Boris afirmou que o duque de Edimburgo "conquistou o afeto de gerações" em seu país e em toda a Comunidade Britânica
Foto: AFP

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson liderou nesta sexta-feira (9) uma homenagem de toda a nação ao príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth II, elogiando sua "vida e trabalho extraordinários". A morte do duque de Edimburgo, de 99 anos, foi anunciada nesta manhã. 

"Agradecemos, como nação e como reino, pela vida e o trabalho extraordinários do príncipe Philip, duque de Edimburgo. Como o hábil motorista de carruagens que era, ajudou a conduzir a família real e a monarquia a permanecer uma instituição indiscutivelmente vital para o equilíbrio e a felicidade de nossa vida nacional", afirmou.

O duque de Edimburgo "conquistou o afeto de gerações" em seu país e em toda a Comunidade Britânica, composta por dezenas de países, depois de servir por quase sete décadas como consorte real mais longevo do Reino Unido, disse Johnson.

Líderes de todo o espectro político britânico se juntaram a Johnson para homenagear Philip, que faleceu no Castelo de Windsor nesta sexta-feira. 

O líder da oposição trabalhista Keir Starmer o saudou como "um extraordinário servidor público" e chamou seu casamento de sete décadas com Elizabeth II de "um símbolo de força, estabilidade e esperança". "Foi uma parceria que inspirou milhões de pessoas na Grã-Bretanha e além".

Príncipe Philip
Legenda: O líder da oposição trabalhista, Keir Starmer saudou o duque como "um extraordinário servidor público"
Foto: AFP

BBC interrompe programação

A emissora estatal do Reino Unido, BBC, interrompeu a programação para homenagear o príncipe Philip. O clipe, composto por uma imagem do consorte e o hino nacional inglês, foi exibido logo após a leitura do comunicado expedido pelo Palácio de Buckingham.

Querido pelos britânicos

Diversas pessoas se reúnem do lado de fora do Palácio de Buckingham, no centro de Londres, após o anúncio da morte do príncipe Philip da Grã-Bretanha. Os britânicos deixam flores, cartas e presentes para demonstrarem o luto pela perca do duque de Edimburgo. 

Os arredores do Palácio começaram a ficar lotados por uma multidão, por tempo depois do anúncio do falecimento. Guardas da realeza tiveram que improvisar uma fila para que as pessoas deixassem suas homenagens no porto, sem causar tumulto, principalmente por causa da pandemia da Covid-19.

Foi colocada uma placa, no portão do Palácio, anúncio da morte de Philip. "É com profunda tristeza que Sua Majestade a Rainha anunciou a morte de seu amado marido, Sua Alteza Real, o Príncipe Philip, Duque de Edimburgo. Sua Alteza Real faleceu pacificamente esta manhã no Castelo de Windsor. A Família Real junta-se a pessoas de todo o mundo no luto por sua perda", diz o documento, que foi fotografo e lido por centenas de fãs da família real.

Um outdoor eletrônico em uma famosa praça de Londres, a Piccadilly Circus, exibe uma homenagem ao príncipe. Em Liverpool, jóqueis e treinadores fizeram um minuto de silêncio após o anúncio da morte, durante o Grand National Festival no Aintree Racecourse. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo