Homem é preso na Bahia após atirar na cabeça de companheira e tratar ferida com folhas

Vítima estava em cárcere privado havia 15 dias. Crime ocorreu na frente da filha do casal, de cinco anos

Legenda: O suspeito foi flagrado e preso após a filha de cinco anos avisar a uma tia que o pai tinha baleado a cabeça da mãe.
Foto: reprodução/Google Street View

Um homem foi preso, nesta segunda-feira (25), depois de tentar matar a companheira com um tiro na cabeça e a manter em cárcere privado por 15 dias. O caso aconteceu no município de Santo Antônio de Jesus, na Bahia, e foi testemunhado pela filha do casal, de cinco anos. As informações são do portal G1.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito buscava cicatrizar o ferimento da mulher com uso de folhas. O suspeito foi flagrado e preso após a filha avisar a uma tia que o pai tinha baleado a cabeça da mãe. Depois disso, mãe e irmã da vítima foram até a residência e a encontraram ferida.

Não há detalhes sobre o estado de saúde da mulher; informações iniciais, contudo, indicam que ela está viva

Relacionamento abusivo

De acordo com a Polícia, o relacionamento era mantido sob ameaças de morte feitas contra a vítima. Testemunhas relataram que o casal brigava com frequência, e que era comum haver agressões físicas e verbais.

A delegada Patrícia Jackes, responsável pelo caso, afirmou que o suspeito buscava intimidar a companheira andando armado. Em alguns momentos, ele costumava ligar um aparelho de som em volume alto com o intuito de abafar os pedidos de socorro da mulher.

As investigações policiais também indicaram que o suspeito já possuía histórico de agressão e até uma tenativa de homicídio. Em 2019, ele atirou contra um veículo em que a mulher estava. Um dos disparos atingiu a filha mais velha no pé. A menina estava com 12 anos na ocasião.

A prisão do homem foi solicitada à Justiça, e ele responderá pelos crimes de cárcere privado e tentativa de homicídio.