Limão: conheça os benefícios da fruta para a saúde

Essa fruta cítrica pode auxiliar na melhora de múltiplas funções fisiológicas

Escrito por Redação,

Ser Saúde
Limões em uma cesta
Legenda: Dentre os benefícios do limão, estão ações antioxidante e o aumento da imunidade
Foto: Shutterstock

Na Idade Antiga, acreditava-se que o limão era um antídoto para venenos. Por isso, conta-se a lenda de que o imperador romano Nero (37-68) o consumia com frequência por temer ser envenenado. Atualmente, essa fruta também é um famoso ingrediente a se repetir em dietas e receitas supostamente milagrosas difundidas pela internet. Mas será que ela tem todo esse poder?

Segundo especialistas, o limão tem, sim, fontes de vitaminas que podem auxiliar na melhora de múltiplas funções fisiológicas, mas não substitui remédios e/ou acompanhamento médico. 

Dentre os benefícios desta fruta, estão ações antioxidante, aumento da imunidade, prevenindo gripes e resfriados, além de ajudar a diminuir a pressão arterial, entre outros. Leia abaixo o que profissionais dizem sobre o consumo e o armazenamento do limão. 
 

Propriedades


De acordo com a engenheira de alimentos Lorena Maria Freire Sampaio*, o limão é um fruto cítrico e tropical que apresenta muitos componentes químicos naturais importantes, como:

  • Ácido cítrico;
  • Ácido ascórbico (vitamina C).
  • Minerais;
  • Flavonoides (bioativos com propriedades antioxidantes).
     

“Esses compostos são responsáveis pelas funções biológicas do fruto, incluindo atividades antioxidantes, anti-inflamatórias, antialérgicas, antivirais, antiproliferativas, antimutagênicas e anticarcinogênicas (nutrientes que impedem a formação do câncer)”, lista. 
 

Características e tipos


Segundo Lorena, há várias espécies de limão, que podem ser diferenciadas por características como tamanho, coloração e textura da casca.

O limão tahiti (citrus latifolia) é o mais vendido no Brasil, conhecido por sua casca verde e fina, polpa suculenta e muito ácida. Há também o limão siciliano (citrus limon), o limão galego (citrus aurantifolia) e o limão cravo (citrus limonia).
 

Quais os benefícios do limão? 
 

A professora das Universidade de Fortaleza (Unifor) e Christus (Unichristus), Marília Porto Oliveira Nunes**, explica que o consumo do limão oferece os seguintes benefícios:

Antioxidante

Excelente antioxidante (polifenóis, limonoides e ácido cafeico) que atua no fortalecimento do sistema imunológico para evitar gripes e resfriados.

Emagrecimento

Fruto rico em fibras solúveis, auxiliando no trânsito intestinal e na diminuição do apetite. Além disso, ajuda a limpar as papilas gustativas e diminui a vontade de ingerir doces e possui efeito diurético, melhorando a retenção de líquidos.

Anemia

Como o limão aumenta a biodisponibilidade do ferro e, com isso, ajuda em sua absorção, pode-se dizer que atua no tratamento da anemia por deficiência de ferro.

Pele

Como o limão é rico em vitamina C, promove a regeneração dos tecidos e a formação de colágeno (dando firmeza e elasticidade à pele), além de ajudar na cicatrização de feridas.

Pressão alta

Rrico em flavonoides, o limão exerce um efeito inibitório na vasoconstrição das artérias e ajuda a regular a pressão arterial. Contudo, frisa a especialista, não substitui nenhum tratamento medicamentoso, podendo auxiliar como coadjuvante.

Ação diurética

Um outro componente do limão é o ácido cítrico que exerce uma função diurética a ajuda na prevenção de cálculos renais.

Outras propriedades

O limoneno existente no limão possui propriedades anti-inflamatórias, antifúngicas e antibacterianas.

Contraindicação


Não há contraindicação sobre o consumo do limão. No entanto, pessoas com sensibilidade ao ácido cítrico devem reduzir o uso. “Pessoas com gastrite, esofagite e refluxo não devem exagerar, porque o limão pode diminuir o pH do corpo e torná-lo mais ácido, piorando esses quadros”, explica Marília. 

 

Como saber se o limão está bom para consumo?
 

Segundo a engenheira de alimentos, o limão é conhecido por ser um fruto não climatérico, ou seja, ele não amadurece fora da planta. Por isso, o fruto está adequado para consumo quando apresenta os seguintes características: casca fina, brilhante e macia, sem rugosidades.

“É importante também observar se o fruto está uniforme. Caso haja cortes na casca ou partes moles, é sinal de que a fruta sofreu danos mecânicos, podendo estar imprópria para consumo”, aponta. 

 

Como conservar o limão?
 

Lorena explica que o limão inteiro pode ser armazenado em temperatura ambiente ou sob refrigeração, a depender do tempo que levará até a sua utilização.

Em temperatura ambiente o fruto pode durar até uma semana. Após isso, explica, ele começará a apresentar perda do brilho, partes moles e rugosidades, pela perda de umidade. 

Caso haja a pretensão de armazená-lo por mais de uma semana, o ideal é deixá-lo sob refrigeração, após lavados e secos. Outra forma de aumentar a vida útil do fruto é armazená-lo sob refrigeração em sacos a vácuo, ou seja, retirando todo o ar. Desta forma, reduzirão as reações oxidativas pela diminuição do oxigênio, fazendo com que dure por até um mês. 

O que consumir do limão e como consumir?

 

Segundo a professora Marília, o limão deve ser ingerido junto a carnes vermelhas e alimentos ricos em ferro, pois assim ajuda na absorção do componente. Além disso, o limão é um alimento rico em vitamina C que tem um potencial antioxidante e ajuda na cicatrização de feridas.
 

Como fazer o suco?  

Pessoa espreme o limão na cozinha
Legenda: O limão pode ser utilizado para sucos, chás, temperar alimentos, entre outros
Foto: Shutterstock

Limonada


Ingredientes:

  • 2 limões descascados
  • 2 dedos de leite
  • 1 litro de água gelada
  • Açúcar ou adoçante a gosto.

Mode de preparar:

Após descascá-los e tirar as sementes, coloque os limões em um liquidificador com os demais ingredientes. Terminada a centrifugações, coe para consumir.  
 

Suco de limão com hortelã


Ingredientes:

  • 1 limão com casca
  • 1 punhado de hortelã (3 ou 4 raminhos)
  • 500 ml de água gelada
  • Açúcar ou adoçante a gosto

Mode de preparar:

Corte o limão em quatro partes, coloque-o no liquidificador juntamente com os demais ingredientes. Após bater, bem peneire e adoece a gosto.  
 

Como fazer chá com limão?

 

Chá de limão com mel: 
 

Ingredientes:

  • 2 limões
  • 1 xícara de água fervente
  • 3 colheres de mel.

Modo de preparar:

Esprema os limões. Depois, coloque a água para ferver por um minuto. Em uma xícara, acrescente o suco do limão e o mel e a água fervida.  
 

Chá de limão com gengibre: 
 

Ingredientes:

  • ½ litro de água quente
  • 2 colheres de sopa de raiz de gengibre ralada
  • ½ limão com casca.

Modo de preparar:

Leve a água para ferver por cinco minutos e depois adicione o limão. Misture a bebida no liquidificador e sirva morno. Pode ser adicionada mel para equilibrar o sabor.  
 

Chá de limão com alho


Ingredientes:

  • 1 limão com casca
  • 2 dentes de alho descascados
  • 1 copo de água
  • Mel a gosto.

Modo de preparar: corte o limão em quartos mantendo e leve-os para ferver com a água e os alhos inteiros. Depois de ferver, desligue, mantenha tampado em infusão por alguns minutos, coe e adoce com mel. 
 

Torta de limão fit


Ingredientes:

  • 100 gramas de aveia em flocos finos
  • 1 colher de mel
  • 1 clara
  • 150 gramas de iogurte grego desnatado sem açúcar
  • 1 limão.

Modo de preparar:

Misture a aveia, o mel e a clara. Despeje essa massa em uma forma para cupcake untada ou uma de silicone, cobrindo fundo e laterais. Leve em forno médio por aproximadamente 15 minutos ou até dourar. Enquanto isso, prepare o recheio. Para isso misture o iogurte com o limão espremido. 

Passados 14 minutos, retire a massa do forno, preencha com o recheio e cubra com raspinhas de limão. Leva para a geladeira e sirva após o resfriamento.

 

Quanto comer de limão por dia? 

 

Não existe um quantitativo adequado para o consumo diário. Os profissionais de saúde saberão indicar como inclui-lo na sua dieta. 
 

Em quanto tempo um limão cortado deve ser consumido?
 

A engenheira de alimentos observa ser comum guardar parte do limão na geladeira. Porém, esclarece, ao ser cortado, as reações de oxidação começam a ocorrer pela ação do ar, gerando perdas nutricionais e alterações de sabor.

Por isso, o recomendado é que o consumo da fruta seja feito imediatamente após o corte para o aproveitamento, sem perdas, dos seus benefícios. 

No entanto, pondera, caso haja o hábito e a necessidade de a utilização do limão ser por partes, o ideal é armazená-lo na geladeira em recipiente fechado ou envolto de plástico filme por no máximo dois dias. 
 

O limão pode ser guardado na geladeira?
 

Pode. O ideal, segundo Lorena, é armazenar o limão cortado em recipiente fechado ou envoltos em plástico filme, podendo ser consumido em até dois dias.

Porém, vale ressaltar que o limão após “aberto” ficará exposto ao ar, acelerando as reações oxidativas, que, consequentemente, irão ocasionar perdas significativas de seus benefícios nutricionais e alterações de sabor. 

 

Limão pode manchar a pele?
 

Assim como todas as frutas cítricas, o limão contém uma substância fotossensibilizante que provoca manchas escuras na pele e até queimadura. Por isso, deve-se lavar a mão com água e sabão e não se expor ao sol após espremer ou cortar a fruta. 
 

Quem amamenta pode consumir limão?
 

A professora Marília explica que pessoas que estão amamentando podem consumir limão normalmente, mas, como qualquer alimento, não é interessante exagerar.

"As mulheres que estão amamentando precisam se hidratar bastante e consumir bastante água, pois é essencial para a produção do leite materno", enfatiza.
 

Qual o melhor horário para consumir? 
 

De acordo com Marília, há apenas a recomendação do consumo imediato, mas não existe momento ideal nem horário inapropriado para consumir o limão. 

"Como qualquer fruta rica em vitamina C, o ideal é consumir imediatamente após o preparo. No caso de pacientes com anemia, o recomendado é consumir com alimentos proteicos (fonte animal e vegetal), mas sem o consumo de cálcio — que bloqueia a absorção de ferro", explica. 

 

*Lorena Maria Freire Sampaio é  engenheira de Alimentos formada pela Universidade Federal do Ceará (2018). Atualmente, é doutoranda em Ciência e Tecnologia de Alimentos pela mesma instituição. 
 

**Marília Porto Oliveira Nunes possui graduação em Nutrição pela Universidade de Fortaleza (2011), mestrado em Nutrição e Saúde pela Universidade Estadual do Ceará (2015) e doutorado em Biotecnologia (Renorbio) pela Universidade Estadual do Ceará (2018). Atualmente, é professorra da Universidade de Fortaleza (Unifor) e da  Christus (Unichristus), atuando principalmente com nutrição, dietoterapia, alergia alimentar, hipersensibilidades e Doenças Crônicas.

 

 

 

Assuntos Relacionados