Polícia apreende veículos e imóveis de chefe de facção que figurava entre mais procurados do Ceará

Bens pertenciam a Paulo Diego da Silva Araújo, o "Dino", preso em maio

Casa de praia com piscina sequestrada pela Polícia Civil
Legenda: Um dos imóveis sequestrados é avaliado em R$ 650 mil ou mais
Foto: divulgação/PCCE

Uma ação da Polícia Civil do Ceará (PCCE) resultou no sequestro de bens de luxo atrelados a Paulo Diego da Silva Araújo, o "Dino", 39 anos, chefe de uma facção criminosa paulista, preso em maio deste ano em São Paulo.

Também conhecido como "Universitário", o criminoso figurava na lista dos homens mais procurados do Ceará, com recompensa de R$ 7 mil para quem entregasse o paradeiro dele.

Além do tráfico de drogas, Paulo Diego tinha ligação com os ataques criminosos a bens públicos privados realizados em 2018 e 2019 e era o principal suspeito de pôr um carro-bomba próximo à Assembleia Legislativa do Ceará (Alce) em 5 de abril de 2016.

Conforme o delegado Wilson Camelo, da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), da PCCE, o núcleo de Inteligência identificou imóveis e veículos adquiridos, em atividades típicas de lavagem de dinheiro com recursos oriundos do tráfico de drogas.

Após identificarem os bens, as autoridades entraram com representação por medida cautelar de sequestro, a qual foi deferida de forma muito célere, aponta o delegado.

Bens apreendidos

Montagem com interiores de sala de jantar (à esquerda) e deck (à direita) de casa de Dino sequestrada pela Polícia
Foto: divulgação/PCCE

Entre os imóveis apreendidos, está uma propriedade em Fortaleza, com bairro não divulgado. Fora da Capital, foram sequestradas uma casa em condomínio fechado no Eusébio, avaliada em R$ 650 mil e uma de veraneio, na Praia do Presídio, em Aquiraz, cujo valor está na mesma faixa ou superior.

Segundo o delegado, alguns dos bens estavam alugados — a postura era justamente para dar "aparência de licitude" ao patrimônio. "A aquisição desses bens foi por meio das atividades de tráfico de drogas que ele vinha praticando", ressalta Camelo.

Montagem com fotos de um VW T-Cross (à esquerda), um Jeep Renegade (centro) e um Toyota Corolla (à direita) sequestrados pela Polícia
Legenda: Carros de alto padrão estão entre os bens de "Dino" sequestrados
Foto: divulgação/PCCE

Já entre veículos, há pelo menos dez, com carros de alto padrão, caminhões e até um micro-ônibus. Alguns deles estavam registrados sob nomes de laranjas ou sob nome falso usado pelo criminoso em território paulista.

Segundo Marciliano Ribeiro, diretor-adjunto do Departamento de Polícia Judiciária Especializada (DPJE), da PCCE, a ação se deu conforme orientação da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), no sentido de trabalhar o patrimônio de pessoas investigadas e presas.

Micro-ônibus de
Legenda: Alguns dos veículos estavam registrados sob nome de laranjas ou identidade falsa do preso
Foto: divulgação/PCCE

Dessa forma, pontua o diretor-adjunto, a Pasta promove desmantelamento do patrimônio de criminosos, com intuito de enfraquecer as facções atuantes no Estado.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança