Homem de 33 anos é preso em Banabuiú por suspeita de estuprar 10 crianças e um adolescente

Suspeito já era conhecido na comunidade e atraía as vítimas com jogos de celular, diz Polícia

Um homem de 33 anos, suspeito de praticar abusos sexuais contra 10 crianças e um adolescente, foi detido na noite da última segunda-feira (5) em uma comunidade da zoral rural do município de Banabuiú, no Sertão Central do Ceará, onde ele cometida os delitos. As vítimas tinham entre 2 e 13 anos, segundo policiais da Delegacia Regional de Quixadá, que efetuaram a prisão.

A Polícia teve conhecimento dos delitos através de um Boletim de Ocorrência registrado por conselheiros tutelares daquele Município. Após o crime ser noticiado, um mandado de prisão preventiva foi solicitado pela Delegacia e aceito pelo Poder Judiciário, no mesmo dia da prisão do suspeito.

“Ele foi localizado em sua casa e conduzido para a delegacia, onde o mandado em desfavor dele foi cumprido. As vítimas foram encaminhadas para uma unidade hospitalar, onde passarão por exames periciais”, informa a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Conforme a Pasta, antes de cometer os crimes, o homem oferecia um aparelho celular com jogos eletrônicos para atrair as vítimas. A identidade dele não foi divulgada para preservar as crianças e o adolescente abusados. 

"Não é fácil", afirma parente de criança

A avó de uma vítima de três anos afirma que a família percebeu as marcas da violência sexual na criança durante um banho, no último domingo (4). “A mãe dela percebeu algo no domingo e perguntou porque estava vermelho, e ela disse”, relata, complementando que está abalada emocionalmente.

“Do meu sangue é uma criança, mas são 11. Só Deus sabe o que eu estou passando. Ninguém queira passar por isso. Não é fácil”.

Por ser conhecido da vizinhança, o suspeito se aproveitava da proximidade para abusar sexualmente das crianças, afirma um agricultor, que se diz revoltado com a situação. "Ele passava por aí, brincava com as crianças, ninguém nunca esperava. Os pais estão em estado de choque. Ele é conhecido, ninguém nunca esperava isso. É revoltante”.

Com a prisão do homem, a Polícia Civil vai continuar investigando outros delitos cometidos por ele na região, mas a população pode ajudar com informações mantidas em sigilo. Os telefones para contato são: (88) 3445.1047, da Delegacia Regional de Quixadá, ou o WhatsApp (88) 98821.6771.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança