Ciclista morre ao ser atropelado duas vezes na presença da filha, em Fortaleza; motoristas fogem

A criança, de 11 anos, foi atropelada no primeiro acidente e sofreu lesões nos braços e nas pernas. Ela foi levada para uma unidade de saúde

Escrito por Redação,

Segurança
Ciclista morre ao ser atropelado duas vezes na presença da filha, em Fortaleza; motoristas fogem
Legenda: Uma Ford/Ranger vermelha foi abordada em Caucaia. A picape estava com um arranhão na lateral, que corresponde a altura do guidom da bicicleta em que estavam pai e filha
Foto: Rafaela Duarte

Um ciclista morreu ao ser atropelado duas vezes, por dois carros, na noite dessa terça-feira (9), no bairro Antônio Bezerra, em Fortaleza. A filha dele, de 11 anos, presenciou o crime. Os motoristas envolvidos fugiram sem prestar socorro às vítimas.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), pai e filha trafegavam pela BR-222 quando foram atropelados por uma picape Ford/Ranger, de cor vermelha, se desequilibraram e caíram no asfalto. Depois, o condutor do carro fugiu.

Em seguida, segundo disse uma testemunha que se apresentou como policial militar em um posto da instituição, outro veículo – "possivelmente uma Kombi" – passou por cima do ciclista. O motorista também fugiu.

À reportagem, outra testemunha informou ter chegado ao local logo após o acidente ter acontecido. Na ocasião, viu que a criança estava assustada, com lesão nos braços e nas pernas, mas consciente.

"Ela só queria saber do pai dela, e eu tentando esconder [o corpo] para ela não ver aquela cena que eu já tinha visto [do ciclista sem vida]", afirmou, acrescentando que a menina foi levada ao Instituto Doutor José Frota (IJF), no bairro Centro, pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Abordagem

Também conforme a PRF, uma Ford/Ranger vermelha foi abordada pelos agentes em Caucaia. A picape estava com um arranhão na lateral, que corresponde a altura do guidão da bicicleta em que estavam pai e filha.

"As informações bateram com as que o policial militar nos repassou minutos antes", explicou um agente da instituição.

O condutor aguardou a chegada da equipe da Perícia Forense na Unidade Operacional (UOP) para que o automóvel fosse examinado, e ele ser levado para prestar depoimento à Polícia Civil. Não há informações sobre o motorista da Kombi.

VC Repórter 

Presenciou um fato importante que merece virar notícia? Tem um vídeo ou uma foto? A sua sugestão ou denúncia pode virar uma matéria no Diário do Nordeste. Envie para o nosso WhatsApp (85) 99969-0752. Clique aqui para já mandar uma mensagem