Com 120 leitos, hospital de campanha de Juazeiro do Norte será entregue no início de julho

Inicialmente, estavam previstos 80 leitos clínicos, mas as vagas serão ampliadas para 120. A unidade deve ser inaugurada no próximo dia 3 de julho

Legenda: A unidade dará reforço ao atendimento de pacientes com Covid-19 no Município caririense
Foto: Elizângela Santos

O Hospital de campanha de Juazeiro do Norte será montado até a próxima sexta-feira (03), segundo a Secretaria de Saúde do Município. O equipamento, que está sendo instalado no Ginásio Poliesportivo, inicialmente previa 80 leitos clínicos exclusivos para tratamento da Covid-19, mas agora terá 120 vagas.

 

A ampliação se dá por conta da desativação dos leitos dedicados à pacientes com Covid-19 no Hospital Maternidade São Lucas, que atenderá outras demandas de saúde. Os pacientes com o novo coronavírus serão centralizados no Hospital de Campanha e também na Unidade de Combate ao Covid-19, instalado no prédio da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Lagoa Seca, que conta com 30 leitos.

Nesta terça (30), foi iniciada a instalação de aparelhos de ar-condicionado e das camas. Ontem, o espaço recebeu a visita do secretário de Saúde do Estado, Carlos Roberto Martins Rodrigues, o Dr. Cabeto.  

Atraso 

A montagem do Hospital de Campanha de Juazeiro do Norte foi iniciada no último dia 6 de junho, com expectativa de ser entregue na semana seguinte. Porém, o prazo não foi cumprido. Nossa equipe de reportagem entrou em contato com a Secretaria de Saúde do Município para explicar o porquê desta demora, mas até a publicação desta matéria não tivemos retorno. 

O Ginásio Poliesportivo foi escolhido de forma estratégica para a montagem da unidade, já que é vizinho ao Hospital Regional do Cariri (HRC), onde estão sendo encaminhados os pacientes mais graves com a doença.

A terra do Padre Cícero está com 2.847 casos confirmados da doença. Até agora, já registrou 81 óbitos. Ao lado de Sobral, Iguatu, Crato, Barbalha, Brejo Santo e Tianguá, o Município está sob isolamento social mais rígido a partir de decreto estadual.