Em nova reviravolta, Justiça muda comando do Pros e partido volta a apoiar chapa do PT no Ceará

Somente nesta semana, o partido já mudou seu apoio duas vezes

Escrito por Alessandra Castro, alessandra.castro@svm.com.br

PontoPoder
fotografia
Legenda: Elmano recebeu novamente o apoio do Pros nesta sexta-feira (5)
Foto: Thiago Gadelha

Em nova decisão judicial, na tarde desta sexta-feira (5), o ministro Ricardo Lewandowski, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou o retorno de Eurípedes Júnior à presidência nacional do Pros. A decisão modifica toda estrutura partidária e tem impactos no cenário eleitoral do Ceará.

Atualmente, o partido passa por instabilidades jurídicas a nível nacional, que têm refletido nos estados. Após idas e vindas entre as candidaturas do PT e do União Brasil, o Pros volta hoje a se aliar à campanha de Elmano de Freitas (PT) ao Governo do Ceará.

Na quarta (3), o Pros já tinha feito o mesmo movimento, mas conseguiu reverter a situação na quinta (4), voltando a integrar o arco de alianças de Capitão Wagner. Nesta sexta, no entanto, a sigla mudou de lado novamente.

Entenda o imbróglio

O processo na Justiça Eleitoral foi ajuizado por Eurípedes após ser substituído por Marcus de Holanda, em uma eleição interna realizada em julho.

Eurípedes é da ala que fechou acordo para apoiar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência da República, enquanto Marcus de Holanda defende o lançamento da candidatura do empresário e influencer Pablo Marçal pela sigla

Desde o início deste mês, o Pros tem passado por mudanças no comando, com o "vai-e-vém" de Eurípedes e Marcus Vinícius por meio de decisões judiciais - afetando diretamente os rumos da legenda no Ceará.

Ao voltar à chefia da legenda nesta sexta, Eurípedes mudou direção estadual do Pros Ceará, destituindo Adilson Pinho - que inclusive estava na convenção de Capitão Wagner mais cedo - para entregar o comando a Otoni Lopes de Oliveira Neto, sobrinho do ex-senador Eunício Oliveira (MDB).

Enquanto Adilson defende o apoio à Wagner, Otoni quer apoiar a chapa petista no Estado, seguindo os passos do MDB. Inclusive, o sobrinho de Eunício Oliveira informou que homologou o apoio à candidatura de Elmano ao Palácio da Abolição e do ex-governador Camilo Santana (PT) ao Senado, em convenção conjunta com os emedebistas, realizada no início da tarde de hoje.

"Sigo o Senador Eunício, e na convenção que houve hoje, como estava programado através do edital, o PROS-CE acompanhará o Camilo, Elmano e o candidato a Vice que o MDB irá indicar" 
Otoni Lopes de Oliveira Neto
Atual presidente do Pros Ceará