Prefeitura de Fortaleza abre seleção para instrutores e monitores de surfe ou bodyboarding

Serão selecionados 20 instrutores e 20 monitores para atuação em escolinhas na orla da Capital

Surfista no mar
Legenda: As inscrições ficam abertas até a próxima sexta-feira (13)
Foto: Lima Jr/Divulgação

O projeto Juventude na Onda, da Prefeitura de Fortaleza, abriu nesta segunda-feira (9) uma seleção para 20 instrutores e 20 monitores de surfe ou bodyboarding. Os selecionados receberão ajuda de custo mensal para atuar em escolinhas na orla da Capital. 

Anúncio foi realizado pelo prefeito Sarto Nogueira. As inscrições ficam abertas até a próxima sexta-feira (13) no Portal da Juventude.

>>> Confira o edital completo

Os instrutores aprovados receberão bolsa de custeio de R$ 1 mil, enquanto monitores ganharão R$ 300. Objetivo é possibilitar o aprendizado dos esportes em diferentes locais, desde a Barra do Ceará até a Sabiaguaba.

Vagas representam avanço no programa Juventude da Onda, que na última edição convocou somente 13 instrutores. 

“Temos uma orla que é muito propícia ao surfe e uma garotada que gosta muito de surfar. Estamos realizando esse projeto com a maior alegria, pois sabemos que há talentos por aí, que estão guardados e, se Deus quiser, vamos garimpá-los para o bem da Cidade. Essa é uma forma de investir na juventude e na periferia", ressaltou o prefeito.

Formação de novos profissionais 

De acordo com Davi Gomes, o coordenador especial de Políticas Públicas de Juventude do Município, o programa visa incentivar a formação de novos profissionais de surfe e bodyboarding em Fortaleza. 

"Fortaleza é uma cidade que tem uma vocação muito forte para o esporte e a juventude precisa desse incentivo. Na Rede Cuca, a gente tem quase 30 modalidades esportivas, das quais 13 são olímpicas, e o Juventude na Onda é um complemento de tudo isso", pontuou o gestor ao anunciar o projeto ao lado de Sarto.

Prefeito de Fortaleza, Sarto Nogueira e o coordenador especial de Políticas Públicas de Juventude, Davi Gomes em anúncio do programa Juventude na Onda
Legenda: O projeto foi anunciado pelo prefeito Sarto Nogueira nesta segunda-feira (9)
Foto: Kiko Silva/Prefeitura de Fortaleza
 

Os aprovados na seleção participação de formação nas áreas de cidadania, meio ambiente, educação ambiental e primeiros socorros. Esses tópicos serão ministrados por eles em escolinhas selecionadas. 

"O projeto Juventude na Onda contará, também, com circuitos competitivos ao longo dos próximos meses", informa a Prefeitura. 

Requisitos 

Podem concorrer na seleção pessoas que já atuem como instrutoras de escolas de surfe ou bodyboarding em Fortaleza. É preciso ter disponibilidade para atuar com a carga horária de 20 horas semanais mínimas. 

Já para as vagas de monitoria, podem se inscrever jovens entre 15 e 29 anos que sejam indicados por instrutores de instituições de aprendizado dos esportes localizadas na Capital. A carga horária também é de 20 horas semanais mínimas. 

Os instrutores e monitores receberão camisetas, lycras, pranchas de surfe ou bodyboarding, parafinas e outros itens para as escolas de surfe.

Quero receber conteúdos exclusivos do Papo Carreira