Confira lista com mais de 15 concursos previstos para o Ceará em 2022

Além dos novos certames previstos em território cearense, há concursos nacionais que podem abranger o Estado no ano que vem

Fachada da Uece
Legenda: Conforme o Governo, haverá concurso público para preenchimento de vagas na Uece
Foto: Thiago Gadelha/SVM

Estão previstos para o Ceará, em 2022, pelo menos 16 concursos públicos, sendo 10 anunciados pelo Governo do Estado e seis de abrangência nacional. 

No último dia 16 de dezembro, o governador Camilo Santana (PT) anunciou a realização de pelo menos 10 concursos no Ceará, até o fim do seu mandato.

Os processos seletivos devem ofertar vagas nos níveis técnico, médio e superior, em universidades estaduais e órgãos das mais diversas áreas (veja abaixo).

Contudo, ainda não foram divulgados mais detalhes sobre a quantidade de vagas ou remuneração, por exemplo. Na ocasião, o governador afirmou que esses detalhes dos certames ainda estão sendo ajustados.

Veja concursos previstos para o Ceará em 2022:

  • Agência Reguladora do Estado do Ceará (Arce)

  • Secretaria dos Recursos Hídricos (SRH)

  • Metrô de Fortaleza (Metrofor)

  • Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA)

  • Universidade Regional do Cariri (Urca)

  • Universidade Estadual do Ceará (Uece)

  • Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace)

  • Secretaria de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS)

  • Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA)

  • Procuradoria-Geral do Estado (PGE)

  • Receita Federal

O secretário da Receita Federal, Júlio Gomes, busca a autorização do novo certame para janeiro de 2022, ano em que também devem ocorrer as nomeações dos aprovados.

Com salários que podem chegar a R$ 21 mil, o concurso deve ofertar 699 vagas, sendo 230 para o cargo de auditor fiscal e 469 para analista tributário

A autorização do concurso voltou a ser debatida, após debandada de servidores da Receita Federal por insatisfação com o Governo.

  • TJDFT

Sem abrir novos editais desde 2015, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) já definiu a banca organizadora do próximo concurso público.

A expectativa é que a Fundação Getulio Vargas (FGV), responsável pela organização do próximo edital, abra 93 vagas. Esse número, contudo, ainda não foi confirmado. 

As oportunidades serão divididas entre os cargos de analista judiciário, de nível superior; e técnico judiciário, de nível médio.

O edital pode ser publicado a qualquer momento, com remunerações de R$3.163,07 e R$5.189,71, respectivamente.

  • INSS

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deve retomar a programação de novos certames no ano que vem, após o término do contrato dos servidores temporários. Estão previstas 7.575 novas vagas, sendo 6.004 para técnicos e 1.571 para analistas.

O concurso já foi solicitado ao Ministério da Economia e aguarda autorização. Os salários partem de R$ 8.357,07.

  • Ministério da Economia

O Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (IDIB) foi oficializado como banca organizadora do concurso do Ministério da Economia, para provimento de 300 vagas em cargos de níveis médio e superior.

O extrato de contrato foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) do último dia 21 de dezembro. O próximo passo é a publicação do edital para temporários.

A maioria das vagas ofertadas pelo concurso é para Analista técnico de demandas previdenciárias, judiciais e de controle, de nível superior (145). Na sequência, aparecem os cargos de Técnico em atividades previdenciárias e de apoio, de nível médio (115), e Analista de Negócios, de nível superior (40). 

  • Senado

O concurso público do Senado está autorizado e deve ser realizado em 2022, com previsão de 40 vagas divididas entre cargos de níveis médio e superior.

O cargo com a maior oferta de vagas é o de Técnico – Policial Legislativo, que exige apenas o nível médio de escolaridade. Inicialmente, o servidor recebe o valor de R$ 19.427,79.

Já no que se refere a cargos de nível superior, os salários podem cehgar a R$ 33.461,68.

  • Banco Central

O Banco Central do Brasil já enviou pedido de autorização ao Ministério da Economia para realizar novo concurso público, com a abertura de 245 vagas, divididas para os cargos de analista, técnico e procurador.

Além de elevar o quantitativo de cargos vagos para 2.962, dado este atualizado em junho de 2021, o Banco Central tem 313 servidores com direito adquirido para se aposentar. A remuneração pode chegar a R$ 21.014,49.

 

Quero receber conteúdos exclusivos do Papo Carreira