Obras da Linha Leste do Metrô são iniciadas

A expectativa é que a primeira etapa da obra - a construção de uma estrutura de contenção - fique pronta em abril

As obras da Linha Leste do Metrô de Fortaleza já começaram. A primeira etapa, que teve início no dia 29 de janeiro, contempla a estrutura de contenção para instalação da tuneladora ("tatuzões") na Estação Central, situada no Centro da Capital. As informações são da Redação Web do Diário do Nordeste
De acordo com Nilton Mourão, da diretoria de obras subterrâneas do Metrofor, esta etapa tem previsão de ser concluída em abril deste ano. Com uma semana de obras, uma escavadeira trabalha para retirar a areia do local e possibilitar a obra da estrutura de contenção. Segundo engenheiros da obra, o período chuvoso não dificulta a retirada de areia, devido ao terreno ser arenoso.

A Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra) confirma o início das obras e afirma que estas estão em fase preparatória para o início das perfurações.
Após a estrutura de contenção, segundo Nilton Mourão, será iniciada a escavação de uma vala a céu aberto para que esta possa dar sustentação para a instalação da tuneladora. Ainda conforme Nilton, o prazo para essa segunda etapa ser entregue é maio deste ano.

Em junho, o Metrofor acredita que a tuneladora começará a ser montada na Estação Central, e a previsão é de que ela esteja pronta em agosto, data estimada para o início da escavação da Linha Leste.

Ao todo, quatro tuneladoras serão utilizadas na construção da Linha Leste. Os equipamentos foram adquiridos em 2012 pelo Governo do Estado e custaram cerca de R$ 128 milhões. Os “tatuzões” são da empresa norte-americana The Robbins Company e estão, atualmente, armazenados na Estação Central. O consórcio responsável pela licitação é o Cetenco-Acciona - formado pelas empresas Cetenco Engenharia e Acciona Infraestructuras. As tuneladoras têm 6,9 metros de diâmetro, 10 metros de extensão e cerca de 460 toneladas. Na parte traseira do “tatuzão” são montados 10 carros/trailers com os equipamentos auxiliares da máquina, chamado back-up da tuneladora, onde estão a cabine de controle, unidade hidráulica, transformadores, painéis elétricos, enrolador de cabos, sistemas de lubrificação, de espuma e de injeção de Grount, Betonita, compressores, câmara de primeiros socorros, dentre outros.

Confira vídeo das obras



Ordem de serviço

A ordem de serviço para construção da Linha Leste do metrô de Fortaleza foi assinada no dia 22 de novembro do ano passado, durante visita da presidente Dilma Rousseff ao Ceará. Foram destinados R$ 2,26 bilhões para a obra que ligará o Centro ao bairro Edson Queiroz.

Ao todo, a linha receberá investimento da ordem de R$ 3,43 bilhões, sendo R$ 2,2 bilhões do governo federal e R$ 1,4 bilhão do governo do Estado.

Estações

Essa ramificação terá 12 estações e está sendo planejada para complementar e integrar a rede urbana de Fortaleza, alcançando mais de 12 bairros por onde o traçado se inscreve.

A Linha Leste contará com as estações: Estação da Sé, Luiza Távora, Colégio Militar, Nunes Valente, Leonardo Mota, Papicu, HGF, Cidade 2.000, Bárbara de Alencar, CEC e Edson Queiroz. Além dessas, haverá integração com as linhas Oeste e Sul na estação central Chico da Silva. A ramificação será operada por trens elétricos que irão transportar uma média de 400 mil pessoas diariamente.

O projeto da Linha Leste se integrará ainda às Linhas Sul e Oeste, remodelada, ao ramal Parangaba-Mucuripe (VLT), também em obras. Também haverá integração aos terminais de ônibus de Fortaleza.

NAYANA SIEBRA
REDAÇÃO WEB

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios