Dilma faz entrega de 'kit seca' e inaugura Eixão das Águas em Fortaleza

172 máquinas foram entregues a prefeitos de 141 municípios do Estado

Atualizada às 13h55

Em visita esvaziada de anúncios e com apelo político, a presidente Dilma Rousseff entregou, em cerimônia nesta quarta-feira (19), em Fortaleza, um total de 172 máquinas a prefeitos de 141 municípios do Estado. 

Foram 2 motoniveladoras, 41 caminhões-caçamba, 59 carros-pipa e 70 pás carregadeiras, que deverão beneficiar 195 mil agricultores familiares. Nestes equipamentos, o governo federal investiu cerca de R$ 50 milhões. No total, o Ceará recebeu 824 equipamentos, somando R$ 220 milhões investidos por meio do Ministério do Desenvolvimento Agrário.  

"Nós não poderíamos deixar de olhar pras prefeituras de até 50 mil habitantes, porque todas as prefeituras representam uma parte importantíssima do nosso País, que é aquela que tem menos recursos e, ao mesmo tempo, grande demanda. É lá que está o forte da produção rural do País e se concentra a maioria dos municípios", destacou Dilma.

Confira imagens da visita da presidente

Máquinas devem ser usadas em estradas vicinais

Conforme a presidente, os municípios poderão utilizar as máquinas de acordo com seus programas e necessidades, como a construção e manutenção das estradas vicinais, favorecendo o escoamento das produções agrícola e pecuária.

Dilma explicou que, se cada prefeito comprasse os itens do 'kit seca' de forma individual, gastaria cerca de R$ 1,4 milhão, valor que foi reduzido pela compra em quantidade feita pelo governo federal. 

Para o ministro do MDA Miguel Rossetto (PT), recém-empossado pela presidente, os equipamentos serão fundamentais para a melhorias das estradas vicinais e realização de obras para que as cidades do Interior possam se proteger contra a seca. "As máquinas serão utilizadas prioritariamente na melhoria das estradas. Boas estradas querem dizer escoamento da produção. Vamos articular esse investimento com outros que estimulam a produção agropecuiária", disse o ministro. 

Trecho V eleva em 50% a oferta de água na Capital

A presidente inaugurou ainda o trecho V do Eixão das Águas, e destacou que trata-se, junto com o Cinturão das Águas, de uma das maiores obras de segurança híidrica do País. O governador Cid Gomes destacou que o trecho V do Eixão das Águas aumenta em 50% a oferta de água tratada em Fortaleza e que, nos próximos 30 anos, a Capital não terá problemas de risco de desabastecimento, como o que está ocorrendo em São Paulo. 

Cid afirmou ainda que está, em parceria com o governo federal, dando início a um conuutno de adutoras de engate rápido que beneficiará municípios como Crateús, Canindé, Caririaçu, Caridade, Tauá, Quiterianópolis, Coreaú, Moraújo, Alcântara, dentre outros., enaltecendo ainda a garantia de abastecimento de água a Fortaleza pelos próximos 30 anos. 

Dilma recebe carta de reivindicações

De olho na disputa de outubro, Dilma fez questão de cumprimentar os 141 prefeitos de municípios beneficiados pelo chamado kit-seca do MDA. Também destacou que não olha se o "prefeito compõe minha base de apoio" para que o município seja beneficiado com os programas do governo.  

Após a entrega das chaves aos gestores, o prefeito de Piquet Carneiro, Expedito José do Nascimento (PSD), discursou representando os municípios cearenses e afirmou ter entregue à presidente uma carta com demadas dos gestores locais ao governo federal. Dentre as reivindicações, estão a reestruturação do Dnocs e a "queda constante" dos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios