ANS autoriza reajuste de planos de saúde em até 10%

O percentual atinge cerca de 8 milhões de beneficiários, o que corresponde a 17% dos 47,3 milhões de consumidores de planos de assistência médica no Brasil

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) autorizou operadoras a reajustar os preços dos planos de saúde individuas e familiares em até 10%, segundo publicação no Diário Oficial da União (DOU) nesta quarta-feira (27). Conforme a publicação, a resolução é retroativa a maio de 2018 e vale até abril de 2019.

Justiça suspende decisão que limitava reajuste de plano de saúde individual

A publicação ocorre dias após a suspensão pela Justiça da liminar que chegou a limitar o reajuste a 5,72%, o correspondente à inflação do período segundo o IPCA para o segmento de saúde e cuidados pessoais, atendendo a pedido do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec). No ano passado, o teto do reajuste dos planos foi definido em 13,55%.

O percentual atinge cerca de 8 milhões de beneficiários, o que corresponde a 17% dos 47,3 milhões de consumidores de planos de assistência médica no Brasil, segundo a agência.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios