Vítima de desabamento sobreviveu após ser arrastada para debaixo de escombros de mercadinho

Gilson Moreira Gomes quebrou as duas pernas após ser esmagado por vigas de concreto. Ele havia ido fazer compras no mercadinho quando foi surpreendido pela onda de entulhos

Legenda: Gilson é auxiliar administrativa e ia diariamente ao mercadinho que ficava ao lado do Edifício Andrea
Foto: Foto: arquivo pessoal

Uma ida ao mercadinho para comprar frutas e ovos se transformou em um dos piores pesadelos para o auxiliar administrativo Gilson Moreira Gomes, 58 anos. Ele estava saindo do mercado quando foi supreendido pelo desabamento, que o soterrou juntamente com o entregador de água Frederick Santana dos Santos, de 30 anos.

Frederick não resistiu aos ferimentos e seu corpo foi retirado dos escombros sem vida. A morte dele foi a primeira confirmada, às 23h55 desta terça-feira (15), horas após a tragédia. A segunda vítima, uma mulher ainda não identificada, foi confirmada na madrugada desta quarta-feira (16). 

Segundo Nazareno Façanha, filho de Gilson, o auxiliar de administração quebrou as duas pernas após ter sido atingido por vigas de concreto. O homem, que trabalha perto do mercantil, passou por cirurgia ainda nesta terça (15) no Insituto Doutor José Frota (IJF) e aguarda, no setor pós-operatório, transferência para leito. 

"O médico disse que a situação dele é delicada e que ele ainda precisa de outras cirurgias. Ele vai ter que colocar ferro, pino, um monte de coisa", relata Nazareno Façanha. 

Compras no mercado

Gilson fazia compras diariamente no mercadinho, devido a seu trabalho ser localizado perto do empreendimento."Ele me contou que entrou no mercadinho por volta das 10h20 [10 minutos antes do desabamento]. Ele só foi retirado dos escombros cinco horas depois", diz. 

Viu o entregador morrer

O auxiliar administrativo chegou a ver o entregador de água pedir socorro antes de falecer. "O relato do meu pai é muito pesado. Ele viu o entregador morrer debaixo dos escombros. Ele trabalha próximo ao mercadinho e estava lá comprando frutas e ovos quando percebeu uma onda de entulho e foi arrastado pra dentro junto com o outro homem", relata Narazeno.