Três dias após incêndio, bombeiros seguem em operação de rescaldo no Cocó

Comandante dos Bombeiros em Fortaleza explica que não há novos focos de incêndio e que fumaça ainda existente vem do processo de rescaldo

Escrito por Redação,

Metro
Legenda: De acordo com os Bombeiros, a fumaça deve persistir durante o final de semana
Foto: Fabiane de Paula

O Corpo de Bombeiros continua operação no Parque do Cocó neste sábado (20) para realizar o resfriamento da área e evitar novos focos de incêndio. Conforme o comandante dos Bombeiros na Capital, tenente-coronel Gledson, 40 homens seguem trabalhando diuturnamente desde a última quarta-feira (17).

Não há mais focos de fogo no local, mas a fumaça persiste e pode ser percebida pelos moradores das proximidades. O tenente-coronel afirma que isso é normal e vem do processo de rescaldo, quando os bombeiros jogam água em troncos ainda quentes por dentro.

Legenda: Parque do Cocó neste sábado (20)
Foto: Leabem Monteiro

"Não há incêndio, o que o bombeiro está fazendo é dar continuidade no rescaldo. A fumaça ainda há, mas é resultado da água jogada no que está no processo de combustão", detalha. Segundo ele, a fumaça não deve se dissipar tão rápido, persistindo ainda durante este fim de semana.

Incêndio criminoso

A equipe do Corpo de Bombeiros conseguiu debelar as chamas na tarde da última quinta-feira (18), após o incêndio durar 19 horas. A corporação confirmou que o fogo foi ateado de forma criminosa.

Na última sexta-feira (19), técnicos da Secretaria do Meio Ambiente do Ceará (Sema) e da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) concluíram que, na verdade, a área devastada pelo fogo foi mais que o dobro da estimada anteriormente: 46,2 hectares