Moradores deixam casas após incêndio em vegetação formar nuvem de fumaça no Bairro José Walter

O Corpo de Bombeiros ainda não sabe informar as causas das chamas, e afirmam que há vários focos de queimada na área atingida

Legenda: Incêndio no Loteamento Montenegro, no José Walter, faz moradores deixarem casas.
Foto: Brenda Albuquerque

Um incêndio atingiu o Loteamento Montenegro, no Bairro José Walter, em Fortaleza, causando transtornos aos moradores da região devido à quantidade de fumaça formada, nesta quarta-feira (16). Alguns populares tiveram de deixar suas casas e as atividades de uma escola foram interrompidas. O Corpo de Bombeiros ainda não sabe informar as causas do incêndio, e afirmam que há vários focos de queimada na área atingida.

Uma moradora do bairro deixou a residência após a casa começar a ser invadida por fuligem. Ela afirma que o fogo na vegetação começou ainda na noite desta terça-feira (15), por volta de 20h. “Nós estamos correndo pra casa de parentes e abandonando nossas casas, só tá piorando e a gente mal consegue enxergar”, disse a técnica de enfermagem Joyce Oliveira.

Viaturas dos Bombeiros estiveram na região desde a manhã desta quarta. Uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) deu apoio à ação.

“Piorou muito, tive que tirar meu filho de casa e meus animais, minha casa tá cheia de fuligem. Cobri tudo que eu podia”, salientou Joyce Oliveira.

Já Francisca Duarte, outra moradora da bairro, teve de recolher materiais e eletrodomésticos de um ponto comercial mantido pelo filho dela nos arredores da vegetação. De acordo com a moradora, o fogo estava se alastrando e ela temia que atingisse o comércio. “A gente não tá aguentando mais a fumaça, que tá grande”, reclamou.

Atividades interrompidas

A alguns quarteirões do matagal fica a Escola Rogaciano Leite. Os funcionários da unidade tiveram de interromper o trabalho por causa da dificuldade de respirar, segundo uma funcionária que preferiu não ser identificada. Não havia aulas presenciais ocorrendo na escola, devido à pandemia, mas há atividades administrativas.

Parque Dois Irmãos

Há cerca de 15 dias, queimadas no Parque Montenegro, área localizada no bairro Parque Dois Irmãos, espalham nuvens de fumaça que invadem os apartamentos de moradores da região. A maioria dos habitantes vive em prédios residenciais e acaba inalando, diariamente, os gases produzidos pelas chamas.

Em nota, a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) argumenta que passou a fiscalizar o espaço desde o início do mês. “A Agefis recebeu denúncias de incêndios na referida área e esteve no local no dia 4 de setembro, quando fiscalizou uma obra nas proximidades e áreas do entorno. No momento da fiscalização, não foi possível flagrar incêndios ou seus causadores".

A Agência também afirmou que há denúncias recentes de ocorrência de novos incêndios dentro de um terreno particular. "Nova operação já foi programada para o endereço informado. Caso os fiscais constatem incêndios ou indícios de incêndios dentro do imóvel denunciado, o proprietário do terreno poderá ser responsabilizado”, completou, em nota.

No Ceará, até agosto deste ano, foram registradas 4.258 ocorrências de incêndios, um aumento de 3,1% em relação ao mesmo período de 2019.  

 

Você tem interesse em receber mais conteúdo da cidade de Fortaleza?


Redação 20 de Setembro de 2020