'Meu apelo é que todos permaneçam em casa', afirma Camilo em pronunciamento

O governador do Ceará pediu ainda que os comércios não funcionem nos próximos quatro dias. Pronunciamento foi feito em suas redes sociais

Legenda: Governador Camilo Santana faz apelo para a população não sair de casa durante o feriado
Foto: Reprodução/Facebook

O governador do Ceará, Camilo Santana, pediu aos cearenses que se isolem socialmente até o domingo (22) como estratégia para evitar a proliferação do novo coronavírus no Estado. "Meu apelo é que todos permaneçam em casa nos próximos quatro dias", disse em uma live em suas redes sociais no início da tarde desta quarta-feira (18).

Camilo também anunciou novas ações no combate à pandemia no Ceará, como a autorização para a Secretaria da Saúde comprar ou alugar 600 novas UTIs para ampliar os espaço de atendimento em unidades públicas de saúde, incluindo respiradores, camas, entre outros. "Vamos quase que dobrar nossa capacidade de atendimento. É a retarguardapara receber aqueles casos mais graves", disse.

O Governo do Estado também requisitou de 100 mil máscaras e 400 mil litros de álcool gel pra atender a poupulação nas unidades públicas de saúde, afirmou Camilo.

Outra ação, segundo o governador, é a compra de 10 mil kits de teste rápido para detectar o novo coronavírus. Na tarde da terça-feira (17), ele já havia anunciado a compra de 5 mil kits, além dos 240 kits enviados pelo Ministério da Saúde.

Teleatendimento

Outro anúncio do governador foi a disponibilização de 150 linhas telefônicas para que profissionais de saúde atendam e tirem dúvidas da população, 24 horas por dia. O número é 0800.275.1475. "Antes deprocurar hospitais e postos, as pessoas devem contatar o teleatendimento", destacou

Medidas

Nos últimos dias, o Governo do Estado e a Prefeitura de Fortaleza vêm anunciando a adoção de uma série de medidas para conter o avanço do novo coronavírus no Ceará. 

As gestões municipal e estadual adotaram, como uma entre as principais medidas, decretar a situação de emergência na saúde pública. O Governo foi o primeiro a anunciar o decreto, na segunda-feira (16).

Governo e Prefeitura ainda decidiram pela suspensão das aulas presenciais na rede pública, no período de 20 a 31 de março; proibição de eventos públicos que reúnam mais de 100 pessoas; e realização de eventos esportivos em Fortaleza somente com portões fechados.

Também foi acatada pela Prefeitura a recomendação do Ministério Público Federal (MPF) de que fosse realizada a higienização com água sanitária e álcool em todas as superfícies dos transportes coletivo. Além da limpeza, desde a última segunda-feira (16), os ônibus passaram a circular com as janelas abertas em Fortaleza e Região Metropolitana.

O Governo do Estado anunciou as suspensões de visitas a unidades prisionais e das férias de servidores públicos da saúde. O envio de ofício à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) solicitando a suspensão de voos internacionais para o Ceará e suspensão de férias de profissionais de saúde também estão entre as ações.

Em entrevista ao Sistema Verdes Mares nesta quarta-feira (18), o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, garantiu que os postos de saúde da capital devem ganhar um reforço de 255 médicos para ajudar no combate à doença.

Já o governador do Estado do Ceará, Camilo Santana, anunciou, em transmissão realizada no início da tarde desta terça-feira (17), a compra de 5 mil kits para dignosticar o novo coronavírus no Estado, além dos 240 kits enviados pelo Ministério da Saúde.

Balanço 

Até o fim de tarde de ontem (17), a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) contabilizava 11 casos de coronavírus confirmados. Os pacientes infectados residem em Aquiraz (1), Fortaleza (9) e São Paulo (1). 
Outros 159 casos estão em investigação e 102 foram descartados. 

Tire as dúvidas sobre o novo coronavírus: 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou pandemia do Covid-19, no dia 11 de março. O órgão alertou que o número de pacientes infectados, de mortes e de países atingidos deve aumentar nos próximos dias e semanas.

O termo pandemia se refere ao momento em que uma doença já está espalhada por diversos continentes com transmissão sustentada entre as pessoas.

Casos confirmados no Brasil

TRANSMISSÃO E CUIDADOS

O novo vírus é transmitido por vias respiratórias, pelo ar, e por gotículas de saliva que saem em um espirro ou tosse, por exemplo, e também podem ser transferidas por contato físico ou superfícies contaminadas.

SINTOMAS

Os principais sintomas são tosse seca, febre e cansaço. Algumas pessoas podem sentir dores no corpo, inflamação na garganta, congestionamento nasal e diarreia.

PREVENÇÃO

As pessoas devem ter cuidado com a higienização das mãos e evitar tocar mucosas do olho, nariz e boca.