IJF amplia Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com mais 10 leitos exclusivos para Covid-19

Unidade atingiu a marca de 60 leitos reservados apenas para o tratamento clínico de pacientes infectados pelo novo coronavírus

Leitos Covid IJF
Legenda: Novos leitos do IJF foram entregues na manhã desta terça-feira (2)
Foto: Reprodução

O Instituto Doutor José Frota (IJF) recebeu, na manhã desta terça-feira (2), o aporte de mais 10 leitos de terapia intensiva exclusivos para o atendimento de Covid-19. Com a ampliação, a unidade totaliza, agora, 60 acomodações de alta complexidade.

"A programação é para que na próxima semana a gente entregue mais 10 leitos de UTI”, adiantou o prefeito Sarto Nogueira, em transmissão nas redes sociais.

O chefe do Executivo Municipal projeta ainda que leitos pediátricos sejam adaptados para alas de enfermarias. Estas também acolherão somente os acometidos pelo novo coronavírus.

"Mais na frente vamos ter alguns leitos de enfermaria que serão transformados da pediatria para atender exclusivamente pacientes Covid-19. Estamos fazendo o melhor que pudemos", avaliou. 

Ampliação

Ainda nessa segunda-feira (1º), Sarto Nogueira anunciou que o Hospital Distrital Edmilson Barros de Oliveira, conhecido como Frotinha de Messejana, recebeu mais 62 leitos, sendo 50 de enfermaria e 12 de UTI.

A Secretária da Saúde de Fortaleza, Ana Estela, afirmou em transmissão nas redes sociais nesta manhã que a Prefeitura abriu 170 leitos de internação nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), devido ao aumento da procura por atendimento. 

O atendimento para a doença também foi intensificado no Hospital da Mulher, que tem mais de 100 leitos para o tratamento da doença. 

Outras unidades, como o Hospital Fernandes Távora e o Hospital Walter Cantídio, estão adaptando os leitos para o atendimento da Covid-19

A secretária afirmou que a rede de saúde, ampliada pela Prefeitura e pelo Governo do Estado, tem capacidade de absorver a demanda, mas é necessário tomar medidas para barrar a disseminação.

"Os números na nossa cidade são extremamente preocupantes. Vivemos um momento de crescimento exponencial de casos, um descolamento da média móvel de óbitos, que muito nos preocupa. E também uma demanda enorme por leitos de internação", afirmou Ana Estela.

Rede do Estado 

Ao longo do dia, a rede de saúde de todo o Estado passou por ampliação. Em 24 horas, foram liberados 110 novos leitos. São eles: 

  • Hospital Geral de Fortaleza (HGF) - 12 leitos de de UTI
  • Frotinha de Messejana (Fortaleza) - 62 leitos de UTI e enfermaria
  • Hospital Infantil Sopai (Fortaleza) - 10 leitos de UTI pediátrica 
  • Hospital Dr. Alberto Feitosa Lima (Tauá) - 10 leitos de UTI
  • Hospital e Maternidade São Francisco de Assis (Crato) - 10 leitos de UTI
  • Associação Hospitalar São Francisco (Canindé) - 10 leitos de UTI

Leitos ocupados

Apesar da reestruturação dos leitos, a taxa de ocupação nas unidades hospitalares do Ceará continua em alta. Segundo dados do IntegraSUS, até as 8h05 desta terça-feira (2), 90,52% dos leitos de UTI têm pacientes internados, assim como 73,51% das enfermarias.

Entre as alas hospitalares, o destaque negativo é para UTI e Enfermaria para adultos, que registram a maior ocupação. Veja a situação detalhada: 

UTI Adulto - 94,11%
UTI Neonatal - 66,67%
UTI Infantil - 52,17%
UTI Gestante - 25%

Enfermaria Adulto - 75,57%
Enfermaria Infantil - 67,29%
Enfermaria Neonatal - 58,82%
Enfermaria Gestante - 49,44%

 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza