Fortaleza paralisa vacinação com CoronaVac nesta quinta-feira (29)

Idosos que não tiveram a confirmação do agendamento devem esperar o retorno da Secretaria Municipal de Saúde

vacina idosos
Legenda: Plano de imunização será retomado a partir do envio de novas doses de CoronaVac
Foto: José Leomar

Fortaleza deverá paralisar nesta quinta-feira (29) a aplicação de CoronaVac por falta do imunizante. Conforme a secretária municipal da Saúde, Ana Estela Leite, o estoque disponível conseguirá atender apenas parte do público. Quem foi agendado e confirmado para hoje, o equivalente a 11 mil pessoas a partir de 60 anos, será vacinado. Portanto, a nova orientação é de que os demais idosos aguardem o chamado da SMS para a vacinação.

"As doses remanescentes que nós temos hoje de CoronaVac não serão suficientes para o público que está vencendo hoje e amanhã. Agendamos as doses que nós temos na nossa rede de frios, e os demais realmente terão que esperar novas remessas de doses de CoronaVac para que a gente possa estar fazendo esse agendamento.", afirmou a titular da SMS.

Anteriormente, a estratégia da SMS era de liberar a vacinação para as pessoas à espera da segunda dose se não houvesse o agendamento até a data limite escrita no cartão. A falta de doses, porém, obrigou a Pasta a mudar a orientação. Ana Estela Leite reforça que somente os idosos confirmados estejam nos pontos de vacinação. 

"Pedimos que só compareçam realmente aos centros de vacinação, exlcusivamente as pessoas que estão agendas. Não receberão nenhuma dose aquelas que não estão agendadas, devem aguardar". 

Atraso

O baixo volume de doses é consequência do desabastecimento por parte do Ministério da Saúde, segundo Ana Estela Leite, que lembra a recomendação da Pasta federal de os munícipios usarem as vacinas armazenadas para garantir a 2ª dose como 1ª dose. 

"Houve uma recomendação em 21 de março que se utilizasse as remessas de D2 como D1 porque havia uma regularidade de fornecimento de CoronaVac pelo Butantan. Depois dessa remessa, essa regularidade não aconteceu e essas doses não foram repostas como havia sido previsto pelo Ministério", explica. 

Ainda nesta quinta-feira (29), o Ceará recebe o 16º lote de vacinas com 192.050 doses. Deste total, somente 3,8 mil são de CoronaVac e as demais 188.250 da AstraZeneca. A remessa inviabiliza a retomada integral da vacinação, uma vez que Fortaleza tém um déficit de 40 mil doses de CoronaVac. 

"Estamos recebendo vacinas, mas o que vem de CoronaVac para o Estado do Ceará é um número inferior a 4 mil doses", lamenta Ana Estela Leite.

AstraZeneca

Por outro, a campanha de imunização de Fortaleza continua com a aplicação de doses da AstraZeneca. "Deveremos concluir o público prioritário de trabalhadores da saúde e concluir os idosos acima de 60 anos que faltam muito pouco".

Com este mesmo imunizante, a expectativa é de que na próxima semana, a SMS inicie a 3ª fase da vacinação de pessoas com comorbidades. 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza