Fortaleza atinge pico da média móvel de mortes por Covid-19 na segunda onda da pandemia

Média de mortes e casos confirmados do novo coronavírus na Capital cresce exponencialmente

Paciente sendo entrando em hospital de Fortaleza
Legenda: Segundo ciclo epidêmico do novo coronavírus atinge o Ceará desde outubro
Foto: Helene Santos

A última quarta-feira (3) terminou como o dia de pico da média móvel de óbitos por Covid-19 na segunda onda pandêmica em Fortaleza. O número chegou a 23. De acordo com boletim epidemiológico da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), divulgado nesta sexta (5), o cenário pandêmico no Município já é de "moderada e alta mortalidade". 

[Atualização às 20:26, de 05/03/2021] O Sistema Verdes Mares noticiou anteriormente que, no mês passado, a cada 55 segundos uma pessoa morreu de Covid-19 no Ceará. A informação correta é de uma pessoa morreu a cada 55 minutos pela doença no Estado.

A média móvel de óbitos diários da última semana em Fortaleza chegou a 19, representando aumento de 36%, se comparado com o mesmo indicador há 14 dias. O segundo ciclo epidêmico do novo coronavírus atinge o Ceará desde outubro.

Diferentemente do cenário dos últimos meses do ano passado, a Capital já não apresenta mais "descolamento" entre curva de casos e mortes. Ambos crescem com velocidade. "O aumento do número de mortes a cada 24 horas é consistente desde novembro, tendendo a um padrão exponencial nas últimas semanas", aponta a SMS.

Letalidade em alta

Balanço ainda em análise de fevereiro também mostra o avanço da letalidade, com média diária de óbitos no mês acima de 15 mortes. "É um número significativo que está em rápida progressão", aponta a pasta. 

Levantamento do Diário do Nordeste aponta que, no mês passado, a cada 55 minutos uma pessoa morreu de Covid-19 no Ceará. Ao todo, foram 731 mortes no mês passado, conforme dados do IntegraSUS, plataforma da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa). No Ceará, só em 2021, 1.272 pessoas morreram em decorrência da doença.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza