Com lockdown, atividades físicas em espaços públicos estão proibidas em Fortaleza

Práticas como caminhada, corrida, treinamento funcional e até ciclismo, comuns em praças, parques e praias da cidade, estão vetadas até o dia 18 de março

Pessoas caminham no parque do Cocó, em Fortaleza
Legenda: Caminhada no Parque do Cocó é exemplo de atividade proibida durante o lockdown em Fortaleza
Foto: José Leomar

O novo decreto de isolamento rígido em Fortaleza, publicado pelo Governo do Estado nesta quinta-feira (4), voltou a proibir a prática de atividades físicas individuais ou coletivas em espaços públicos. A proibição também é válida para locais privados mas abertos ao público.

A capital cearense entrará em regime de lockdown a partir desta sexta-feira (5), e todas as proibições seguem, pelo menos, até o dia 18 de março, podendo ser prorrogadas pela gestão estadual.

Durante o período, está vedada a realização de esportes como caminhadas, corridas, treinamentos funcionais, yoga, ciclismo e outras práticas comuns em locais ao ar livre, a exemplo de:

  • Praias;
  • Parques públicos ou privados;
  • Calçadões;
  • Praças;
  • Areninhas.

Com a decisão, a rotina da recepcionista Mirian Martins, 25, será duplamente quebrada. Pelo menos três vezes por semana, ela se desloca do bairro Manuel Dias Branco, onde mora, para aulas de treinamento funcional na Praça da Cidade 2000, uma das mais tradicionais da cidade.

Além disso, frequenta uma academia de ginástica, que também tem funcionamento proibido durante o lockdown.

“Agora, talvez eu faça as atividades em casa, mas não é a mesma coisa, tanto por causa do espaço como do estímulo, mesmo. Quando estamos com mais pessoas, desenvolvemos mais. Em casa é mais complicado, tem que ter muita força de vontade”, confessa.

Opções de exercícios em casa

A educadora física Elisandra Santos destaca que “há várias formas de fazer exercícios em casa”, como uma alternativa para não interromper as atividades, mesmo sob o fechamento de espaços públicos e academias esportivas.

“Entre as opções, estão subir e descer escadas, porque tem muita gente que mora em locais que têm acesso a isso; caminhar dentro de casa enquanto está mexendo no telefone, que é também uma forma de se movimentar; fazer polichinelos e abdominais”, lista.

Para quem sente necessidade de estimular os músculos, a educadora recomenda os chamados treinos de calistenia, que exploram o peso do próprio corpo na prática de atividades.

“É possível fazer flexão de braço, o famoso apoio de frente; agachamentos, com várias repetições, só com o peso do corpo; utilizar quilos de alimentos como peso; e até pular corda, sem necessidade de equipamento profissional”.

[render name="decisão o lockdown camilo" contentId="7.4501809"

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza