Ceará tem mais de 2 milhões de pessoas completamente imunizadas contra a Covid-19

O Estado já aplicou 6.566.620 doses de vacinas

Enfermeira preparando aplicação de vacina contra a Covid-19 e pessoa ao fundo com a manga da camisa levantada
Legenda: Em Fortaleza, 659.626 já se vacinaram com as duas doses ou dose única
Foto: Thiago Gadelha

O Ceará ultrapassou a marca de 2 milhões de pessoas com o esquema vacinal completo contra a Covid-19, seja com duas doses ou dose única. De acordo com a atualização mais recente do Vacinômetro da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), 2.020.794 estão imunizados. 

Dados atualizados às 17h dessa segunda-feira (16) apontam que 1.865.687 tomaram duas doses das vacinas disponíveis, enquanto 155.107 receberam a vacina da Janssen, de dose única (DU), completando, assim, o esquema. 

No total, o Estado já aplicou 6.566.620 doses de imunizantes contra a Covid. Destas, 4.545.826 foram primeira dose (D1), de acordo com a Sesa. 

A soma de primeiras doses e doses únicas aplicadas representa 93,57% do distribuído. Já a porcentagem para D2 é de 76,36%. 

Desde 18 de janeiro, quando a campanha da vacinação começou, o território cearense recebeu 7.640.728 doses. 

Vacinação em Fortaleza

Em Fortaleza, 686.340 pessoas já foram completamente imunizadas, sendo 659.626 com a D2 e 26.714 com a dose única. Com D1, a Capital já vacinou 1.641.120 pessoas. 

Os dados foram atualizadas pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) nesta terça-feira. Atualmente, a vacinação já está na última faixa etária adulta, alcançando pessoas com 18 anos. 

Nesta terça, 29 mil residentes de Fortaleza estavam agendados para receber a primeira dose. O Município estima concluir a aplicação da D1 no público geral ainda nesta semana. Informação foi divulgada nessa segunda-feira (16) pela secretária municipal da Saúde, Ana Estela Leite.

Após a finalização dessa fase, será planejada a repescagem para pessoas até 39 anos que perderam o agendamento original de suas vacinas. 

Déficit de doses 

Apesar de já estar com a vacinação avançada, o Ceará possui um déficit de 1,9 milhão de doses de vacinas que ainda não chegaram ao Estado e são necessárias para completar a imunização da população adulta.

O número foi reconhecido pelo Ministério da Saúde (MS), após audiência com representes da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) e dos Ministérios Públicos do Estado (MPCE), Federal (MPF) e do Trabalho (MPT) nessa segunda-feira.

O caso foi à Justiça após os MPs e o Governo do Ceará ajuizarem, no último dia 4 de agosto, uma ação civil pública contra a União. Eles cobram 1,4 milhão de vacinas solicitadas ainda em abril deste ano. Na época, o quantitativo enviado era inferior ao necessário para imunizar idosos, pessoas com deficiência e profissionais de saúde.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza