Camilo Santana anuncia repasse de R$ 500 milhões para apoiar unidades de Saúde de referência

Valor de repasse dos recursos estaduais representa um aumento de 71,9%

Escrito por Raísa Azevedo, raisa.azevedo@svm.com.br

Metro
Camilo Santana nova política de incentivo hospitalar.
Legenda: Ao todo, 53 hospitais de referência municipal e também filantrópicos serão contemplados.
Foto: Fabiane de Paula / SVM

Camilo Santana apresentou a nova política de incentivo hospitalar do Ceará, na manhã desta terça-feira (25). O governador anunciou que o repasse de verbas será de R$ 42 milhões por mês, totalizando o valor de R$ 500 milhões por ano no Estado.

Esse valor de repasse dos recursos estaduais representa um aumento de 71,9%. Até dezembro de 2021, o valor repassado era de R$ 291 milhões por ano. De acordo com o governador, a ação começa a valer a partir deste mês, e a primeira parcela de pagamento com o novo valor já foi efetuada aos municípios.

Ao todo, 53 hospitais de referência municipal e também filantrópicos que prestam serviço ao Estado serão contemplados. A nova política de incentivo hospitalar é um pacto federativo entre Estado e Município para a descentralização e regionalização da saúde.

O objetivo é de facilitar o acesso da população aos serviços hospitalares, desde a atenção básica aos serviços de maior complexidade.

A transmissão ao vivo sobre o anúncio da nova política também contou com a participação da vice-governadora Izolda Cela e do secretário de saúde do Ceará, Marcos Gadelha. "Queremos promover a saúde mais perto do cidadão. Promover a descentralização, fortalecendo os polos regionais de referência para evitar o deslocamento dos cearenses do interior para a capital", disse Gadelha.

Todas as cinco macrorregiões do Ceará serão contempladas

Dentre as ações citadas por Camilo Santana na nova política de incentivo hospitalar, estão a inclusão de novas clínicas e a ampliação do número de leitos de UTI

Região de Saúde de Fortaleza

Para a maior região de saúde do Estado, R$ 14 milhões serão investidos por mês. Os municípios incluídos são Aquiraz, Aracoiaba, Baturité, Beberibe, Cascavel, Caucaia, Eusébio, Fortaleza, Horizonte, Itapipoca, Maracanaú, Maranguape e Redenção.

Região Norte

Para a região Norte, serão repassados R$ 7.185.000 por mês. 
Os municípios contemplados são Sobral, Tianguá, Acaraú, Crateús, Ipu, Camocim, Mucambo, Santa Quitéria e Tamboril.

Região do Cariri

Os hospitais da região do Cariri receberão R$ 13.763.000 por mês. As cidades inclusas são Acopiara, Aurora, Barbalha, Brejo Santo, Campos Sales, Cedro, Crato, Icó, Iguatu, Jardim, Juazeiro do Norte, Lavras da Mangabeira, Mauriti, Milagres, Missão Velha, Mombaça, Orós e Várzea Alegre.

Região Sertão Central

Os hospitais municipais da região Sertão Central receberão R$ 3.609.000 por mês, incluindo Canindé, Quixadá, Quixeramobim, Tauá e Senador Pompeu.

Região Leste/Jaguaribe

Para a região Leste/Jaguaribe serão investidos R$ 2.857.000 por mês. As cidades são Aracati, Iracema, Jaguaribe, Jaguaruana, Limoeiro do Norte, Morada Nova, Russas e Tabuleiro do Norte.

Enfrentamento à pandemia

O governador Camilo Santana ainda informou que, até a próxima semana, o estado do Ceará irá repassar R$ 55 milhões para as contas das prefeituras para fortalecer a atenção básica.

Ele destacou a importância da vacinação, principalmente com o avanço da variante Ômicron. Em ação de enfrentamento à pandemia, houve a ampliação de leitos de UTI e enfermaria de forma regionalizada para casos mais graves de Covid-19.

Antes de ir, que tal se atualizar com as notícias mais importantes do dia? Acesse o Telegram do DN e acompanhe o que está acontecendo no Brasil e no mundo com apenas um clique: https://t.me/diario_do_nordeste