Após explosão, White Martins remaneja 640 cilindros de oxigênio de outros estados para o Ceará

Hoje chegam 200 cilindros em Fortaleza. No domingo (25), foram 440. A medida foi necessária para evitar desabastecimento após explosão de unidade da principal fornecedora de oxigênio hospitalar do Estado

explosão
Legenda: unidade fabril de oxigênio hospitalar da White Martins deverá retomar o funcionamento na terça-feira (27
Foto: Jarbas Oliveira

Com a chegada prevista para esta segunda-feira (26) de 200 cilindros de oxigênio para o Ceará, serão 640 unidades que chegam de outros estados para evitar comprometimento no abastecimento de hospitais cearenses após e explosão de uma das fábricas da empresa White Martins,  principal fornecedora de oxigênio hospitalar no Estado.

De acordo com a empresa, 440 cilindros já foram entregues no domingo (25). Conforme nota enviada pela empresa, o oxigênio está vindo de outros estados do País onde a White Martins atua. O envio de cilindros de outras unidades federativas é uma das medidas emergenciais que estão sendo tomadas pela companhia após o acidente ocorrido em sua unidade em Fortaleza para evitar um possível desabastecimento do insumo, num contexto de alta demanda por pacientes internados com Covid-19. 

Sem risco de desabastecimento

Ainda em nota, a empresa ressalta que a maior parte do fornecimento para os hospitais do Ceará atendidos pela White Martins é feita a partir do oxigênio produzido na planta de Pecém (CE).

“As instalações afetadas na unidade de Fortaleza não produzem oxigênio e são destinadas apenas ao enchimento de cilindros. A produção de oxigênio líquido no estado não foi comprometida”, afirma a empresa.
White Martins
Empresa fornecedora de Oxigênio no CE

Conforme o Governador do Estado, Camilo Santana (PT), após reunião realizada neste domingo (25) com o Presidente da White Martins, Gilney Bastos, foi confirmado que abastecimento de oxigênio nas unidades de saúde não seria prejudicado devido à explosão.

O prefeito de Fortaleza, Sarto Nogueira (PDT) já havia confirmado não haver riscos de desabastecimento na cidade. Segundo ele, os tanques dos hospitais de Fortaleza são abastecidos pelas unidades do Pecém e as Unidades de Pronto Atendimento possuem suas próprias usinas de oxigênio e cilindro. 

Retorno do funcionamento

Segundo Camilo Santana, a unidade deverá retomar o funcionamento a partir de terça-feira (27). "Conversamos também sobre o suporte às vítimas, com a garantia do presidente de total apoio por parte da White Martins, inclusive aos moradores do entorno da empresa. Coloquei nosso Estado à inteira disposição para o que for necessário", relatou.

Explosão

A explosão ocorreu na manhã do último sábado (24). Atingindo a unidade localizada na avenida Francisco Sá, no bairro Carlito Pamplona, em Fortaleza. Segundo o Corpo de Bombeiros, equipes do quartel central foram acionadas e chegaram ao local por volta das 10h40. Cinco pessoas ficaram feridas e três foram encaminhadas à Emergência do Instituto Dr. José Frota (IJF).

Causas da explosão desconhecidas

Duas pessoas foram detidas no local por supostamente estarem tentando furtar cilindros de oxigênio. A informação foi confirmada pelo comandante geral adjunto do Corpo de Bombeiros, Zélio Menezes. "Sei que duas pessoas foram recolhidas, provavelmente por estarem realizando esse furto", afirmou o comandante.

furto de cilindro
Legenda: Câmera da SSPDS flagrou furto de cilindro após a explosão
Foto: Reprodução

No entanto, o comandante afirmou que as causas da explosão ainda são desconhecidas, não sendo possível levantar nenhuma hipótese. Ele detalha que equipes especializadas estão investigando o local. "O momento é apenas de resolver a situação, resolver os riscos", pontuou.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza