CAPES oferta bolsas de estudo para doutorado no exterior

As instituições de ensino superior terão até 12 de março de 2021 para selecionar os estudantes

Legenda: A bolsa de estudo dura entre quatro a seis meses
Foto: Banco de Imagens

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) divulgou, na última semana, o edital referente a oferta de 1.400 bolsas de estudo para pós-graduação no exterior. O Programa de Doutorado-Sanduíche no Exterior (PDSE) é destinado a doutorandos com nota igual ou superior a quatro na Avaliação Quadrienal da CAPES de 2017.

Com o programa, alunos matriculados em cursos de doutorado no Brasil podem fazer parte de seus estudos em uma instituição no exterior. A bolsa dura entre quatro a seis meses e, após a conclusão, os estudantes retornam para o país para defesa da tese.

As instituições de ensino superior terão até 12 de março de 2021 para selecionar os estudantes. Os candidatos aprovados nessa fase irão se inscrever pelo SICAPES entre os dias 15 de março a 01 de abril e deverão apresentar o certificado de proficiência em língua estrangeira. As atividades no exterior serão iniciadas entre julho e setembro de 2021. 

Requisitos para participar do programa:

  • O aluno deve estar regularmente matriculado em programa de doutorado no Brasil vinculado a projetos aprovados no âmbito dos programas de cooperação internacional da Coordenação-Geral de Cooperação Internacional da CAPES;
  • não ultrapassar 48 meses no período total do doutorado, devendo o tempo de permanência no exterior ser previsto de modo a restarem, no mínimo, seis meses no Brasil, para a redação final e defesa da tese;
  • ter completado um número de créditos igual ou superior a 50% dos necessários à obtenção do título.

Sobre o Doutorado-Sanduíche

Conhecido por ser uma das principais oportunidades para alunos de doutorado cursar parte dos estudos fora do país, o Doutorado-Sanduíche é um programa que consiste em disponibilizar bolsas de estudo em universidades conveniadas no exterior. Oferecidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), as bolsas auxiliam os estudantes a terem oportunidades de estágio e pesquisa fora do Brasil.

O principal objetivo do programa é incentivar e consolidar outros níveis de conhecimentos que não estão disponíveis no país e busca a formação de docentes e pesquisadores de alto nível para sua inserção no meio acadêmico e de pesquisa. Países como Alemanha, Canadá, Espanha, Colômbia, Estados Unidos, Japão, Portugal e Noruega fazem parte da lista de destinos disponíveis para realizar o intercâmbio.

Quero receber conteúdos exclusivos do EducaLab