Policial algema jovem em moto e o arrasta pela rua em São Paulo; veja vídeo

PM informou que abriu inquérito e afastou o agente das funções após ele ser flagrado puxando o homem no transporte da corporação

Um vídeo de um homem negro algemado atrás de uma moto conduzida por um policial militar em São Paulo viralizou nas redes sociais nessa terça-feira (30). Internautas apontam que o agente de segurança cometeu tortura. A PM repudiou a ação e o afastou das funções.

O caso ocorreu por volta das 15h na Avenida Professor Luiz de Anhaia Mello, na região da Vila Prudente, Zona Leste da Capital. 

Conforme as imagens gravadas de dentro de um veículo que testemunhou a ação, o homem de calça preta e camisa de manga longa aparece preso por algemas em uma das mãos e correndo atrás da motocicleta do PM.

O cinegrafista amador chega a dizer durante a gravação que o homem foi algemado e "está andando igual um escravo". 

Em nota, a PM informou que após tomar ciência das imagens, determinou a instauração de um inquérito policial militar para apuração da conduta do referido policial e o seu afastamento do serviço operacional. 

"A Polícia Militar repudia tal ato e reafirma o seu compromisso de proteger as pessoas, combater o crime e respeitar as leis, sendo implacável contra pontuais desvios de conduta". 

Para o advogado Ariel de Castro Alves, membro do Grupo Tortura Nunca Mais, o militar "deve responder por crimes de tortura e abuso de autoridade", além de racismo dependendo do depoimento da vítima e de testemunhas", explicou ao G1.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil