VÍDEO: Vazamento de petróleo deixa manchas de óleo por 34 km de extensão na Califórnia

Escape de cerca de 480 mil litros do componente tóxico gerou sanções aos moradores de Huntington Beach, no sul do estado norte-americano

As autoridades dos Estados Unidos tentavam, neste domingo (3), conter um vazamento de petróleo perto da costa da Califórnia, que cobre quase 34 quilômetros quadrados e causa danos ambientais. Ainda não se sabe o que provocou o vazamento - calculado em cerca de 480 mil litros - de um oleoduto a cerca de 8 km da costa.

A cidade mais afetada, Huntington Beach, ao sul de Los Angeles, teve que cancelar o último dia de um show aéreo, o Pacific Airshow, para garantir "acesso total e desimpedido ao ambiente marinho".

O vazamento terá "consequências irreversíveis para o meio ambiente", disse a autoridade local Katrina Foley após a descoberta de muitos peixes e pássaros mortos na costa. As primeiras análises revelam que se trata de "petróleo de pós-produção", segundo o responsável.

Dada a "toxicidade" dessa substância, Huntington Beach pediu a seus moradores que ficassem longe das áreas afetadas e evitassem a praia. “Sistemas de filtragem e barreiras flutuantes foram implantados para evitar que o petróleo chegue à reserva ecológica Bolsa Chica e aos pântanos de Huntington Beach”, disseram, em nota, autoridades locais.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo