VÍDEO: Idosos se refugiam em barco para esperar fim de erupção em La Palma

Casal teve que arranjar uma alternativa de moradia para evitar maiores danos por conta do vulcão Cumbre Vieja

Margaretha e Luis, de 80 e 90 anos, tiveram de deixar sua casa para trás devido à erupção do vulcão na ilha espanhola de La Palma há duas semanas. Os dois decidiram aguardar o fim do fenômeno no 'Hamburabi', pequeno barco do casal, no porto de Tazacorte. Assista à reportagem em vídeo acima.

Cumbre Vieja em plena atividade

Desde sua entrada em erupção em 19 de setembro, o Cumbre Vieja expulsou "80 milhões de metros cúbicos de magma", informou o presidente do governo regional das Canárias, Ángel Víctor Torres, em coletiva de imprensa. 

Essa quantidade é, segundo Torres, o dobro do emitido em 1971 pelo vulcão vizinho de Teneguía.

A erupção, que não deixou nenhum morto ou ferido até o momento, obrigou a remoção de cerca de 6.000 dos 85.000 habitantes da ilha. Os danos materiais são muitos e a lava destruiu 870 edifícios, além de cobrir 246 hectares de terreno, segundo o sistema de medida geoespacial Copernicus. 

Após percorrer seis quilômetros nos primeiros dias de erupção e de ter quase parado depois, o ardente fluxo de lava finalmente chegou ao mar na madrugada de terça para quarta-feira, gerando grandes quantidades de fumaça e gás tóxico.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo