Portugal suspende voos com o Brasil

Medida vale a partir de sexta feira até 14 de fevereiro

portugal
Legenda: As fatalidades por Covid-19 nas últimas 24 horas chegaram ao recorde de 291
Foto: Adriano Machado/Reuters/Agência Brasil

Após o recorde de mortes em razão da Covid-19, Portugal suspendeu os voos entre o Brasil. A medida, anunciada nesta quarta-feira (27), vale a partir da sexta-feira (29) até 14 de fevereiro próximo. As informações são do G1

Conforme apuração do portal, estão permitidas apenas as frequências de repatriação e humanitários. Porém, nestes casos, os viajantes deverão comprovar que não estão contaminados, mostrando o resultado negativo do teste de Covid-19, a ser realizado 72 horas antes de embarque. 

Essas pessoas também precisarão cumprir quarentena de 14 dias ao desembarcar no País. A decisão foi baseada na detecção de variantes do vírus no mundo, incluindo casos brasileiros. 

As mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas chegaram ao recorde de 291, elevando o total de Portugal para 653.878 casos e 11.012 mortes. O país agora tem a maior média semanal de casos e mortes por milhão de pessoas, de acordo com o ourworldindata.org.

Colapso

O governo de Portugal foi estimulado a transferir pacientes de covid-19 para fora do país. As mortes pela doença atingiram uma alta recorde e o sistema de fornecimento de oxigênio de um grande hospital na região de Lisboa falhou em parte por conta do uso excessivo.

O hospital no município de Amadora teve de transferir 48 de seus pacientes para outras unidades de saúde na capital na noite de terça-feira (26), pois a pressão de oxigênio não era suficiente para um grande número de pacientes. 

"Houve a necessidade de diminuir o consumo de oxigênio, então os pacientes foram transferidos", informou o hospital, que quase não tem leitos livres. "Eles nunca estiveram em perigo." Reportagens mostraram ambulâncias apressadas passando pelos portões principais do hospital para pegar os pacientes, enquanto algumas deixaram o local escoltadas pela polícia.

 

 

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo

Assuntos Relacionados