Magnata romeno morre junto a familiares e amigos após aeronave se chocar contra prédio na Itália

Caixa preta do avião foi encontrada. Suspeita inicial é que falha mecânica no motor tenha provocado a queda

Um avião caiu na tarde desse domingo (3) na região de Milão, norte da Itália, provocando a morte de oito pessoas, incluindo uma criança e o bilionário romeno Dan Petrescu, de 68 anos. 

Ele estava pilotando a aeronave, um Pilatus PC-12, que decolou do aeroporto Linate, em Milão, com destino a Olbia, na Sardenha, local onde o empresário tinha empreendimento imobiliário e também onde vive a mãe dele, de 98 anos. 

Cinco minutos após a decolagem, a aeronave se chocou contra um prédio vazio em reforma em San Donato Milanese e pegou fogo, segundo O Globo.

Dentre os passageiros estavam a esposa do empresário, Regina Petrescu, de 65 anos; e seu filho Dan Stefano Petrescu, de 30 anos. 

Familiares e amigos a bordo

Também estavam a bordo amigos da família, identificados como Julien Brossard, Filippo Nascimbene e a mulher dele, Claire Alexandrescou, e o filho de um ano do casal, Raphael. 

A mãe de Claire, Miruna Anca Wanda Lozinschi, também está entre as vítimas. Todos participaram de uma celebração de batismo da criança. 

Apontado como um homem discreto, Petrescu também tinha nacionalidade alemã e comandava um grande grupo do setor de construção e possuía hipermercados, shoppings, acumulando fortuna estimada em mais de um bilhão de euros.

Falha no motor é primeira suspeita

A procuradora adjunta Tiziana Siciliano declarou, conforme o jornal Corriere della Sera, que a caixa preta do avião foi encontrada. Inicialmente, há suspeita de uma falha mecânica no motor.

A Agência Nacional para Segurança Aérea (ANSV) abriu um inquérito para investigar as causas do acidente.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo