Três pessoas são mortas em posto de saúde de Fortaleza

Uma das vítimas é um homem de 58 anos que estava dentro do posto buscando atendimento

Escrito por Beatriz Rabelo, Emanoela Campelo de Melo e Matheus Facundo,

Segurança
Legenda: Atividades no Posto de Saúde Edmar Fujita foram suspensas devido à ocorrência
Foto: Kid Júnior

Três pessoas foram mortas a tiros na tarde desta quarta-feira (18) no Posto de Saúde Edmar Fujita, localizado na Avenida Alberto Craveiro no bairro Dias Macedo, em Fortaleza. No início da noite, dois suspeitos de envolvimento no caso foram detidos. Às 19h39, a governadora Izolda Cela confirmou a terceira prisão. 

Informações iniciais colhidas no local com policiais indicam que a ocorrência também deixou outras três mulheres feridas, que foram socorridas. No entanto, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) confirma três mortes e quatro feridos

Conforme o Sistema Verdes Mares apurou no local, duas vítimas foram encontradas no posto e outra, caída na ciclovia da Alberto Craveiro. Tanto uma das vítimas que estavam na unidade de saúde, quanto a que foi encontrada do lado de fora possuíam tornozeleiras eletrônicas. 

A SSPDS detalhou que a dupla tornozelada tinha saído há dez dias da prisão, tendo idades de 22 e 31 anos. As vítimas possuíam antecedentes por homicídio doloso, tráfico de drogas e roubos. 

A terceira vítima é um homem que estava no posto, sem antecedentes criminais. O filho dele foi ao local para buscar o pai, Francisco Egino Alves do Nascimento, 58 anos, que tinha ido à unidade de saúde em busca de atendimento. Segundo os parentes, o homem era mestre de obras.

pessoas entrando em posto de saúde
Legenda: Familiares das pessoas baleadas foram até o posto de saúde
Foto: Emanoela Campelo de Melo

Egino foi a uma consulta de retorno, mostrar exames dos rins e também aproveitaria o momento para tomar vacina. A família dele está no local, desolada. "Eu queria estar do lado dele. Queria eu ter morrido”, desabafa a filha do homem.

“Se eu não tivesse saído de perto dele, tinha pegado em mim e eu tinha salvado meu pai”.
Filha da vítima

Prisão de suspeitos

Às 18h55 desta quarta, a governadora do Ceará, Izolda Cela, compartilhou a prisão de dois suspeitos por envolvimento no crime. Já às 19h39, a terceira prisão foi confirmada.

A SSPDS detalhou que os homens foram detidos durante ação conjunta entre as equipes da Coordenadoria de Inteligência (Coin), da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) e da Polícia Militar do Ceará (PMCE).

Legenda: Atualização foi compartilhada às 19h39 desta quarta-feira (18)
Foto: Reprodução/Redes sociais

Apesar do avanço nas investigações do caso, as diligências continuam. Conforme a SSPDS, dois detidos seriam os que aparecem em imagens de circuito interno de câmeras do posto de saúde. A dupla é suspeita de efetuar os disparos. 

Os dois suspeitos serão encaminhados ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) também esteve no local e colheu dados para subsidiar as investigações futuras.

Na quinta-feira (19), a SSPDS confirmou que dois homens foram identificados como Jairo Lima Rodrigues (27), com passagens por roubo, receptação e corrupção de menor; e Johnatan Alves Vieira (22). Eles foram capturados em suas residências. O terceiro suspeito detido foi liberado após ser ouvida por não haver situação flagrancial.

Com os dois presos, foram encontrados munições de arma de fogo, roupas que foram usadas no crime, balança de precisão, documentos, cartões de crédito, um celular, 147 gramas de cocaína e três gramas de skunk.  

Investigações e apoio

Após a ocorrência, Izolda Cela determinou ao Caron o uso do aparato policial necessário para prender os criminosos do modo mais breve possível, incluindo aeronaves. "Não mediremos esforços para enfrentar e vencer essa criminalidade", disse em postagem em sua rede social no final da tarde. 

Legenda: Governadora se posicionou nas redes sociais sobre o caso
Foto: Reprodução/Facebook

Mais cedo, o prefeito também entrou em contato com Sandro Caron para conversar sobre o caso. "Ele garantiu que deslocou grande efetivo até a área para identificar e capturar os suspeitos desse bárbaro crime", disse.

Legenda: Prefeito de Fortaleza foi ao Instituto Doutor José Frota para prestar apoio às vítimas
Foto: Reprodução/Instagram

Além disso, Sarto detalhou que o coronel Eduardo Holanda, secretário municipal da Segurança Cidadã, está atuando na ocorrência e disponibilizando equipes da Guarda Municipal. A secretária da Saúde, Ana Estela Leite, por sua vez, entrou em contato com a equipe do posto de saúde, buscando dar apoio e tranquilizar os funcionários.

Feridas

Conforme fontes do local, dentre as mulheres que foram baleadas, uma sofreu um tiro no peito e foi socorrida por um policial em estado grave. Uma segunda foi socorrida por meios próprios e uma terceira foi levada por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). 

Anteriormente, José Sarto confirmou três mortes e apenas dois feridos. O prefeito esteve no Instituto Doutor José Frota, após as vítimas sobreviventes serem socorridas. "Elas seguem em atendimento e apresentam quadro estável. Dedico minha solidariedade aos familiares das vítimas", detalhou.

A nota da SSPDS, divulgada no início da noite, relatou que quatro pessoas foram atingidas e receberam atendimentos em hospitais de Fortaleza.

Suspeitos 

Conforme um policial civil que estava atendendo a ocorrência, dois dos mortos tinham ido ao posto tomar vacina. Eles usavam tornozeleiras eletrônicas. Ainda conforme o agente de segurança, ocorreu um tipo de "conversa entre rivais" antes dos tiros.

policiais dentro de posto de saúde após mortes
Legenda: Posto ficou movimentado com agentes de segurança após a ocorrência
Foto: Reprodução

Três suspeitos entraram no posto e efetuaram os disparos. A suspeita é que uma quarta pessoa estivesse do lado de fora dando apoio aos criminosos. 

As câmeras de segurança do posto de saúde conseguiram identificar os suspeitos, que já estão sendo procurados por policiais.

Posto de Saúde

As atividades no Posto de Saúde Edmar Fujita foram suspensas nesta quarta devido à ocorrência. Em nota, a SMS detalhou que os moradores da área poderão se dirigir a qualquer unidade de saúde de Fortaleza caso precisem de atendimento médico. 

Para aqueles que buscam a vacina contra a Covid-19 é possível se dirigir aos outros postos da Regional VI de Saúde que possuem sala de imunização contra o novo coronavírus. 

 

Assuntos Relacionados