Quadrilha suspeita de realizar série de assaltos em bairros Fortaleza é capturada no Barroso

Entre eles, a Polícia Militar encontrou um adolescente de 13 anos

Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA)
Legenda: Com eles, foram encontrados dez aparelhos celulares, relógios e uma quantia em dinheiro. O grupo foi conduzido para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), junto com o material
Foto: Reinaldo Jorge

Uma quadrilha suspeita de realizar uma série de assaltos em bairros de Fortaleza foi capturada na tarde deste domingo (20), no bairro Barroso, na capital cearense. Entre eles, a Polícia Militar encontrou um adolescente de 13 anos.

Equipes do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) patrulhavam na região quando foram informados pelo Núcleo de Videomonitoramento da Secretaria da Segurança Pública sobre suspeitos de roubo trafegando em um Chevrolet/Sonic, de cor preta.

De acordo com a Polícia Militar, eles teriam realizado assaltos nos bairros Conjunto José Walter, Passaré e Barroso.

Prisões e apreensões

Os militares iniciaram as buscas, viram o carro e fizeram a abordagem policial. Quatro adultos e um adolescente de 13 anos, com ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas, foram localizados no veículo.

Foram presos Edvandersson Freitas dos Santos, 21, com passagens por tráfico de drogas; João Paulo Pereira Lima, 31; Lucas Freitas Alves, 26; e Nilso Monteiro da Silva Filho, 27.

Com eles, foram encontrados dez aparelhos celulares, relógios e uma quantia em dinheiro. O grupo foi conduzido para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), junto com o material.

Autuações

Na sede da especializada, os maiores de idade foram autuados em flagrante por roubo e corrupção de menores.

Para o adolescente, foi lavrado um ato infracional análogo ao crime de roubo. Já as vítimas, tiveram seus aparelhos celulares restituídos.

A Secretaria da Segurança Pública informou que a Polícia Civil mantém as investigações para identificar outros delitos que os suspeitos capturados estejam envolvidos na região.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança