Preso na Paraíba o 5º suspeito de participar da morte do prefeito de Granjeiro

'João do Povo' foi assassinado a tiros no dia 24 de dezembro de 2019, enquanto caminhava pelas ruas da cidade do Interior do Ceará

Legenda: João Gregório Neto foi assassinado na manhã do dia 24 de dezembro de 2019, em Granjeiro
Foto: Foto: Rperodução

O quinto suspeito de participar da morte de João Gregório Neto, conhecido como 'João do Povo', foi preso no último fim de semana. Conforme informações do G1 Paraíba, um homem de 31 anos, de identidade ainda não revelada, foi capturado na cidade de Monteiro, Estado da Paraíba. João Gregório foi assassinado em dezembro de 2019, enquanto caminhava pela cidade da qual era prefeito.

A prisão do suspeito aconteceu durante operação da Polícia Militar, após ele aplicar um golpe contra um estabelecimento comercial. O homem teria abastecido o carro na cidade de Sumé e fugiu do local sem pagar pelo serviço. O suspeito foi interceptado na BR-412, na entrada de Monteiro.

No carro onde ele estava teriam sido encontrados sete cartões de crédito e uma televisão. Durante a abordagem, os policiais militares verificaram que contra o suspeito tinha um mandado de prisão em aberto por participar do assassinato do prefeito.

Por nota, a Polícia Civil do Ceará informou que há uma diligência em andamento acerca do caso, mas mais informações não poderiam ser repassadas "para não comprometer a investigação. Após a conclusão do trabalho policial, os detalhes serão repassados".

Outras prisões

Em março deste ano ocorreu a quarta prisão, em Fortaleza. De acordo com a Polícia Civil, José Plácido, tio do atual prefeito de Granjeiro, orientou testemunhas do caso. Plácido foi preso por força de um mandado de prisão temporária expedido contra ele.

Os outros três presos pelo crime foram identificados como Carlos Alberto Ferreira Cavalcanti, Ronndinere Francino de Andrade e Carlos César Gonçalo de Freitas.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança