Polícia Federal apreende computadores e celulares em operação contra pornografia infantojuvenil

As apreensões ocorreram em Fortaleza e Meruoca, no Interior; até o momento, ninguém foi preso

A Operação Arquivo Proibido, da Polícia Federal do Ceará, apreendeu computadores e aparelhos celulares em cumprindo de três mandados de busca e apreensão contra divulgação de imagens ou vídeos de pornografia infantojuvenil pela internet, nestas quarta (5) e quinta-feiras (6). Ninguém foi preso até o momento.

Dois dos mandados foram cumpridos na quarta, sendo um em Fortaleza e outro em Meruoca, no interior do Estado. O terceiro mandado de busca e apreensão foi cumprido na manhã desta quinta, na Capital. As ordens judiciais foram expedidas pela Justiça Federal do Ceará. 

A operação foi deflagrada, inicialmente, em agosto de 2019. Os materiais apreendidos foram encaminhados à Perícia Criminal da Polícia Federal para análise, podendo revelar infrações.  

Caso seja identificado o armazenamento ou a transmissão de imagens ou vídeos retratando cenas de exploração ou abuso sexual envolvendo criança ou adolescente, os responsáveis vão responder pelos crimes previstos nos artigos 240, 241-A ou 241-B, do Estatuto da Criança e do Adolescente, que preveem pena de até oito anos de reclusão e multa, informou a PF. 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de segurança?