Pastor é preso por suspeita de crimes sexuais contra mulheres em Crato, na Região do Cariri

Pelo menos quatro vítimas relataram ter sido assediadas pelo religioso, que está preso preventivamente e será investigado por estupro

Policial de costs
Legenda: Pelo menos quatro vítimas relataram casos de assédio e estupro
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um pastor foi preso, nesta quarta-feira (30), no município de Crato, no Cariri, após denúncia de crimes sexuais contra mulheres que frequentavam sua igreja. Pelo menos quatro vítimas relataram casos de assédio e estupro. 

Segundo Kamila Brito, delegada titular da Delegacia da Defesa da Mulher (DDM) de Crato, o religioso identificado como Daniel Medeiros Batista já foi interrogado e encontra-se à disposição da Justiça. 

Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o homem de 48 anos está sendo investigado por estupro. 

Mandado de prisão preventiva foi cumprido após uma vítima relatar ter sido abusada pelo religioso. A denunciante também apontou conhecer outras mulheres que teriam sofrido assédio do homem. Todas as vítimas foram ouvidas pela DDM. 

"Notamos que ele tinha o mesmo modus operandi. Ele costumava ligar para as vítimas e levá-la para um lugar onde eles ficavam a sós. Ele tentava se aproveitar delas e com algumas praticava atos libidinosos", descreveu a delegada Kamila Brito em entrevista ao Sistema Verdes Mares.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança