Operação apreende cerca de R$ 100 mil em investigação contra fraudes em licitações no Ceará

Polícia civil cumpre mandados em Fortaleza, Aracati, Itaiçaba, Icapuí, Itaitinga e Eusébio

Cerca de R$ 100 mil foram apreendidos pela Polícia Civil durante cumprimentos de mandados da "Operação Intocáveis", deflagrada na manhã desta quinta-feira (24). O dinheiro, segundo a polícia, foi localizado em endereços dos alvos dos mandados judiciais. A polícia detectou, em duas empresas investigadas, movimentações financeiras irregulares que somam mais de R$ 100 milhões.

Durante a operação, um homem de 52 anos, natural de Mossoró, no Rio Grande do Norte, foi autuado em flagrante por porte de arma de fogo, depois de ser encontrado com dez munições de calibre 25 intactas. Ele foi ouvido e liberado posteriormente mediante pagamento de fiança. 

A ação, que conta com a participação de 120 agentes, visa cumprir 29 mandados de busca e apreensão em Fortaleza e nas cidades de Aracati, Itaiçaba, Icapuí, Itaitinga e Eusébio

De acordo com a polícia, gestores públicos e um núcleo financeiro formado por empresários são suspeitos de combinar preços em licitações públicas e de fazer acordos para definição de vencedores nos processos administrativos nos municípios.

A delegacia Regional de Aracati investiga os alvos por crimes de fraude em licitações, corrupção ativa e passiva, falsidades (documentos, ideológica) e lavagem de dinheiro entre os anos de 2013 até a atualidade em prefeituras e câmaras municipais.

Com coordenação do Departamento Técnico Operacional (DTO) e do Departamento de Polícia Judiciária do Interior Sul (DPJI Sul), a "Operação Intocáveis" tem o apoio operacional dos departamentos de Polícia Judiciária da Capital (DPJC), Metropolitana (DPJM), Especializada (DPJE), de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e de Recuperação de Ativos (DRA).

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança