Namorado de estudante morta com tiro na nuca em Minas Gerais é preso no Ceará

Jarbas Luiz estava na casa de familiares no bairro Parangaba, em Fortaleza, após matar a companheira e fugir

suspeito de matar a namorada em minas gerais é preso em fortaleza
Legenda: Homem executou a companheira no último dia 15 de agosto
Foto: Reprodução

Um homem suspeito de ter assassinado a namorada no município de Frutal, em Minas Gerais, foi preso na manhã desta quinta-feira (9) em Fortaleza. Jarbas Luiz Lopes Pimenta, de 24 anos, estava foragido desde o dia 15 de agosto, quando disparou acidentalmente contra Yasmin Martins Videira, 20, em uma casa de eventos. 

Jarbas foi localizado na residência de parentes no bairro Parangaba, na Capital. Segundo o titular da 9ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Emerson Faria, o homem estava no Ceará há pelo menos 15 dias.

As investigações apontam que Jarbas cometeu um homicídio doloso com erro na execução, isto é, havia a intenção de matar, mas o alvo não seria a namorada, mas um amigo de 28 anos com que ele discutia.

“O investigado, que era namorado da vítima, estava brigando com outro envolvido. A intenção dele era mirar e acertar o desafeto, mas a namorada estava atrás desse envolvido. Com isso, ele acaba errando a execução desse disparo e acertando a namorada”, explica o delegado Murilo Pereira, responsável pelo inquérito do caso em Minas Gerais.

Homicídio

O crime ocorreu na porta de uma casa de shows no momento em que Yasmin, estudante de Direito, tentou separar uma briga entre o companheiro e o desafeto de 28 anos. Ela foi atingida com um tiro na nuca, chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

Já os dois homens fugiram do local. No entanto, o trabalho integrado das Polícias Civil de Minas Gerais e do Ceará localizaram Jarbas com base nas características físicas e imagens de segurança. O segundo homem não foi identificado. 

De acordo com a Polícia Civil cearense, o suspeito não reagiu à prisão e foi encaminhado à sede do DHPP, onde ele será ouvido e em seguida recambiado para o estado de origem.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança