Lista de Mais Procurados do CE tem foragido há 13 anos, paraguaio e autor de 16 homicídios; confira

Em paralelo, a SSPDS mantém a lista do Programa de Recompensas, que já resultou na captura de 15 criminosos e conta com outros nove nomes

Escrito por Messias Borges, messias.borges@svm.com.br

Segurança
Lista de Mais Procurados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) reúne 13 criminosos conhecidos há muito tempo pelas autoridades
Legenda: Lista de Mais Procurados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) reúne 13 criminosos conhecidos há muito tempo pelas autoridades
Foto: Reprodução/ SSPDS

A lista de Mais Procurados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) reúne 13 criminosos conhecidos há muito tempo pelas autoridades, entre eles um foragido há 13 anos, um paraguaio apontado como traficante internacional de drogas, um homem que responde a 16 homicídios e um acusado de furto ao Banco Central em Fortaleza. Em paralelo, a Secretaria mantém a lista do Programa de Recompensas, que já resultou na captura de 15 criminosos e conta com outros nove nomes.

O coordenador de Inteligência da SSPDS, delegado da Polícia Civil do Ceará (PCCE) Nelson Pimentel, explica a diferença entre as duas listas: "Foram programas criados em épocas diferentes. Primeiro, nos idos dos anos de 2015 ou 2016, foi criada a lista dos Mais Procurados do Estado. Mais recente, nos idos de 2019, foi instituído o Programa de Recompensa do Estado".

"A gente entende que um criminoso para o qual a gente está pagando a recompensa é um criminoso de interesse de uma investigação em andamento, que há uma urgência na captura, na conclusão de um inquérito, no cumprimento de uma medida cautelar que foi deferida pela Justiça e tem um prazo para encerrar", explica Pimentel.

Quando o criminoso já não tem mais um inquérito em andamento, não existe mais um prazo processual, mas ainda assim o criminoso é foragido e tem uma envergadura no crime do Estado, e provavelmente está em outro Estado da Federação ou quiçá em outro país, a gente insere na lista dos Mais Procurados do Estado."
Nelson Pimentel
Coordenador de Inteligência da SSPDS

O criminoso que está foragido há mais tempo, entre os integrantes da lista da Mais Procurados, é Rubnílson da Cunha Amador, acusado de furto, roubo de cargas, receptação, formação de quadrilha e tráfico de drogas. Já fugiu de duas delegacias da Polícia Civil e é procurado desde janeiro de 2009.

O segundo procurado há mais tempo é Marcos Rogério Machado Morais, o 'Rogério Bocão', apontado pela Polícia como o "engenheiro" do túnel que levou ao furto do Banco Central em Fortaleza, em 2005, e primo do chefe da quadrilha que colocou as mãos em R$ 164 milhões, Antônio Jussivan Alves dos Santos, o 'Alemão'. 'Bocão' ainda é acusado de ser o mentor do próprio resgate e de outros detentos, em um presídio no Ceará, em 2011, quando virou foragido.

Outro nome que está na Lista e chama a atenção da SSPDS pela periculosidade é o de Jangledson de Oliveira, o 'Nem da Gerusa', suspeito de cometer 16 homicídios e três roubos no Estado e foragido desde janeiro de 2016. Um dos últimos crimes de 'Nem', que se tem conhecimento, foi o assassinato do seu sogro, um subtenente da Reserva Remunerada do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE).

Lista de Mais Procurados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) reúne 13 criminosos conhecidos há muito tempo pelas autoridades
Legenda: Lista de Mais Procurados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) reúne 13 criminosos conhecidos há muito tempo pelas autoridades
Foto: Reprodução/SSPDS

O ano de 2016 foi marcado por uma crise no Sistema Penitenciário cearense, com greve de agentes penitenciários e fugas de diversos criminosos com extensas fichas criminais. São os casos de Marcos de Oliveira Silva, o 'Naldo' ou 'Paulista', e de Pastor Florencio Cabral Gimenez, conhecido como 'Fernando Pereira'.

O paulista 'Naldo' era considerado um especialista em roubos a bancos no Interior do Estado, praticados junto do sequestro de bancários - em uma prática conhecida como "sapatinho". Já o paraguaio Pastor Florencio, ex-policial militar, é apontado como um traficante internacional de drogas. A Inteligência da SSPDS suspeita que alguns desses criminosos estejam em outros estados do Brasil ou até em outros países da América do Sul - principalmente Florencio, devido a origem paraguaia.

Um artifício que o criminoso utiliza é fugir do Estado do Ceará. A Polícia local, apesar de realizar trabalhos para localizá-los em outros estados e outros países, tem mais dificuldade de realizar essas prisões. A gente conta com o apoio da Polícia de outros estados ou da Polícia Federal e da Interpol (Polícia Internacional) e repassa essa lista para eles."
Nelson Pimentel
Coordenador de Inteligência da SSPDS

Confira a lista dos Mais Procurados do Estado:

  1. Jangledson de Oliveira, o 'Nem da Gerusa', foragido desde janeiro de 2016: responde a 16 homicídios, três roubos e formação de quadrilha;
  2. Marcos Rogério Machado Morais, o 'Rogério Bocão' ou 'Cabeção', foragido desde fevereiro de 2011: responde pelo furto ao Banco Central em Fortaleza, sendo condenado a 35 anos de reclusão;
  3. Francisco Gilson Lopes Justino, o 'Meia Luz', foragido desde março de 2016: responde a homicídio, latrocínio e roubo a banco;
  4. Marcos de Oliveira Silva, o 'Naldo' ou 'Paulista', foragido desde março de 2016: responde a roubos a bancos com sequestros;
  5. Rubnílson da Cunha Amador, foragido desde janeiro de 2009, responde a furto, roubo de cargas, receptação, formação de quadrilha e tráfico de drogas;
  6. Josinelson Ferreira da Silveira, o 'Carioca' ou 'Nelson', foragido desde junho de 2012: responde a furtos, roubos, porte ilegal de arma de fogo, formação de quadrilha e sequestro;
  7. Pastor Florencio Cabral Gimenez, o 'Fernando Pereira', foragido desde março de 2016: responde a tráfico internacional de drogas;
  8. Paulo Sergio de Oliveira, foragido desde março de 2018: responde por assaltos a bancos;
  9. Jeremias Ávila Frota, foragido desde março de 2016: responde a tráfico de drogas;
  10. Douglas Aparecido Piovesan, foragido desde maio de 2017: responde por assaltos a bancos;
  11. Otavio Augusto Monteiro Jardim, o 'Totó', foragido desde junho de 2020: responde por homicídios e organização criminosa;
  12. Ismario Wanderson Fernandes da Silva, o 'Bacurau', foragido desde junho de 2020: responde por homicídios e organização criminosa;
  13. Alexandre Ximenes de Carvalho, o 'Pica Pau' ou 'Jacaré', foragido desde setembro de 2018: responde por homicídios e tráfico de drogas.

Denúncias geraram pagamento de recompensas

Um total de 15 criminosos que figurava na outra lista, do Programa de Recompensas do Ceará, já foi capturado pelas Forças de Segurança do Estado. Segundo o coordenador de Inteligência da SSPDS, Nelson Pimentel, cerca de 10 deles foram localizados com a ajuda da população e pelo menos três denúncias já geraram pagamento de recompensas (o valor e mais informações sobre o pagamento não são divulgados).

A informação sobre a localização dos criminosos costuma valer entre R$ 4 mil e R$ 8 mil, no Programa de Recompensas. Pimentel explica que uma comissão formada na Secretaria da Segurança Pública se reúne a cada 120 dias para avaliar a atual lista e planejar a inserção de novos foragidos.

Lista do Programa de Recompensas
Foto: Reprodução/SSPDS

Somente na última semana, dois criminosos que constavam na lista do Programa de Recompensas do Estado foram presos, com a ajuda de denúncias anônimas. Sancley de Araújo Holanda, o 'Sadam', que responde por tráfico de drogas, roubo, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo, foi detido em Caxias, no Maranhão, na última quarta-feira (9). E José Ivan Alves da Silva Filho, o 'Filho', suspeito de participar da Chacina da Sapiranga (que deixou cinco mortos, em dezembro de 2021) e de tráfico de drogas, foi capturado no bairro Messejana, em Fortaleza, na última terça (8).

"Entendemos que esse programa é de suma importância, estimula que o cidadão de bem contribua com a Polícia na captura dos criminosos. Quando a gente divulga o Programa de Recompensa, nos dias seguintes recebemos muitas denúncias."
Nelson Pimentel
Coordenador de Inteligência da SSPDS

Programa de Recompensas
Foto: Reprodução/SSPDS

Confira a lista do Programa de Recompensas:

  1. Evaldo Batista Ferreira, o 'Evaldo Coragem' (recompensa de R$ 8 mil): responde por homicídio e organização criminosa;
  2. Carlos Mateus da Silva Alencar, o 'Fiel' ou 'Skidum' (recompensa de R$ 7 mil): responde por homicídio, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo;
  3. Antonio Edinaldo Soares de Oliveira, o 'Naldo' (recompensa de R$ 6 mil): responde por sequestro, homicídio e roubos de veículos;
  4. Francisco Wellington Bezerra da Silva Filho, o 'Bombado' (recompensa de R$ 6 mil): responde por homicídio - inclusive pela Chacina da Sapiranga - e tráfico de drogas;
  5. Gilberto de Oliveira Cazuza, o 'Mingau' (recompensa de R$ 5 mil): responde por homicídio e tráfico de drogas;
  6. José Anderson Pereira de Freitas, o 'Alex' (recompensa de R$ 5 mil): responde por homicídios e fugiu do sistema penitenciário cearense em janeiro deste ano;
  7. Dannys Ronnys Ameida dos Santos, o 'Gordinho' (recompensa de R$ 5 mil): responde por estelionato, uso de documento falso, roubos, receptação, organização criminosa e outros crimes e fugiu do sistema penitenciário cearense em janeiro deste ano;
  8. Rener Castro Souza (recompensa de R$ 5 mil): responde por tráfico de drogas e organização criminosa;
  9. Igor Bezerra da Silva (recompensa de R$ 5 mil): responde por homicídio, tráfico de drogas e organização criminosa.

Programa de Recompensas
Foto: Reprodução/SSPDS