Idosa assassinada pelo filho em Fortaleza foi arrastada, amarrada e morta com 32 facadas

Conforme a Polícia, suspeito estava descontente com a mãe, que pretendia interná-lo

Escrito por Redação,

Segurança
Delegados Harley Filho e João Paulo Machado em coletiva de imprensa sobre caso de filho que matou a mãe no bairro José Bonifácio
Legenda: Detalhes sobre o crime foram divulgados em coletiva de imprensa nesta terça-feira (16)
Foto: Almir Gadelha

A idosa assassinada pelo filho no bairro José Bonifácio, em Fortaleza, foi morta por 32 facadas após ser arrastada e amarrada pelo suspeito. O crime ocorreu na tarde dessa segunda-feira (15), e o criminoso foi preso ainda no mesmo dia.

Conforme o delegado Harley Filho, titular do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), as perfurações na vítima, identificada como Maria Luiza da Silva Magalhães, 68 anos, foram distribuídas em áreas como abdômen, pescoço e rosto.

Para o delegado João Paulo Machado, que esteve à frente das investigações, a motivação do crime foi o descontentamento do filho com a mãe, que queria interná-lo. Segundo Machado, testemunhas informaram que o suspeito, identificado como Joelson de Sousa Silva, seria deficiente auditivo e teria problemas psicológicos

Pedido de ajuda

Ainda segundo o delegado, o pai do suspeito relatou que o filho tinha o costume de ir para terminais de ônibus pedir dinheiro nos coletivos, sendo acolhido pelos genitores após retornar. Joelson passou a noite anterior ao crime fora de casa. 

Uma vizinha, identificada como Dona Rita, amiga de Maria Luiza afirmou que a vítima relatou, por meio de chamada telefônica, precisar de ajuda com o filho — ela estava trancada com ele dentro de casa. A ligação foi feita às 13h.

O marido da vítima e pai do suspeito, o vendedor de lanches Nelson de Sousa, 72, chegou ao local do crime por volta das 14h, após voltar do trabalho. Ele encontrou com filho, que fugiu em seguida.

Ao presenciar a cena, ele ficou bastante abalado, sendo acompanhado pela filha, pelo genro e por inúmeras testemunhas.

Captura

Agentes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) iniciaram as investigações logo após o ocorrido. Segundo Harley Filho, as equipes começaram as buscas em terminais e rodoviárias, dadas as informações preliminares.

Horas depois, o suspeito foi localizado no terminal de ônibus do bairro Antônio Bezerra, sendo capturado enquanto se preparava para fugir. Ele foi encontrado por vigilantes e agentes da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF).

Faca usada pelo filho para matar a mãe no bairro José Bonifácio
Legenda: Item foi apreendido pelos agentes com o suspeito
Foto: divulgação/GMF

Na ocasião da captura, Joelson estava com manchas de sangue por todo o corpo e com a faca na mochila. João Paulo Machado destaca que o suspeito tinha marcas de defesa no rosto, como arranhões.

Ele foi conduzido à 6ª Delegacia do DHPP, onde foi autuado em flagrante por homicídio doloso w se encontra à disposição da Justiça.