Dois policiais militares e mais sete pessoas são presos no Ceará acusados de homicídios

Com o grupo criminoso, foram apreendidas uma arma de fogo, diversas munições, 9 celulares, quatro chips e uma quantia em dinheiro

Escrito por Matheus Facundo, matheus.facundo@svm.com.br

Segurança
Fachada da CGD, em Fortaleza, com viatura em frente
Legenda: Portarias contra policiais militares e penais foram publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) da última quarta-feira (30)
Foto: Fabiane de Paula

Dois policiais militares (PMs), de 32 e 41 anos, e outras sete pessoas, foram presos no interior do Ceará por envolvimento em crimes de homicídios. A força-tarefa foi desencadeada pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) nos municípios de Campos Sales, Salitre e Tauá nesta quarta-feira (23).

Ambos os PMs possuíam antecedentes criminais, sendo o de 41 anos por homicídio doloso e ameaça e o de 32 por homicídio. Em nota, a Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD) diz que determinou um procedimento disciplinar. 

"A CGD solicitou ainda o compartilhamento do material produzido para apuração na seara administrativa", diz a pasta. 

Mandados de prisão 

Foram presos também um homem de 34 anos, com antecedentes por homicídio doloso; um homem de 28 anos, com antecedente por posse irregular de arma de fogo de uso permitido; um homem de 37 anos, com antecedente por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e um homem com 26 e outro com 51 anos, ambos sem antecedentes criminais.

"A ofensiva é resultado de uma investigação desencadeada pela Delegacia Municipal de Campos Sales, relacionada a crimes ocorridos na cidade e em municípios vizinhos", explicou a PC-CE, em nota. 

Com o grupo criminoso, foram apreendidas uma arma de fogo, diversas munições, 9 celulares, quatro chips e uma quantia em dinheiro. O material foi levado à Delegacia Municipal de Campos Sales.

Força-tarefa 

A ofensiva da PC-CE contou ainda com apoio da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, por meio do Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa (NHPP), da Delegacia Regional do Crato e da Delegacia Regional de Tauá e das Delegacias Municipais de Araripe e Assaré. 

O Batalhão de Divisas da Polícia Militar do Ceará (PMCE), o Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) e Assessoria de Inteligência (ASINT) da PMCE.