Detentos fazem motim na CPPL III na tarde desta quinta-feira

Os internos se revoltaram após saber de uma vistoria para apreender celulares, mas a situação está controlada

Internos fazem um motim na tarde desta quinta-feira (3) na Casa de Privação Provisória de Liberdade (CPPL) III, em Itaitinga, Região Metropolitana de Fortaleza.

De acordo com a criminologista e futura presidente do Conselho Penitenciário (Copen), Ruth Leite, os internos se revoltaram após saber de uma determinação para intensificar a apreensão celulares. Os internos saíram das celas e não querem retornar, no entanto, o Conselho Penitenciário  informou que a situação está sob controle.

LEIA MAIS

Casal de idosos e motorista ficam feridos em mais um ataque a ônibus na Av. Cônego de Castro

Grande Fortaleza registrou pelo menos 16 ataques 

"É uma ordem expressa do novo secretário para todas as unidades itensificarem as buscas por celulares. O motim começou pelo que sei por essa pressão (busca de celulares), mas associado também a superlotação. Os presos não querem retornar para as celas devido a quantidade de presos dentro das celas. Mas, a notícia que me chega é que está controlado, embora a movimentação no complexo esteja intensa", afirmou.

Agentes do Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), grupo de apoio penitenciário e a Polícia Militar estão no local para conter os internos. Não há informações sobres ferido nem se o motim tem relação com a série de ataques a ônibus e equipamentos públicos e privados na capital. Nenhum detento conseguiu fugir.
 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança