Darlan, um dos criminosos mais procurados do CE, morre em confronto com a polícia no Rio de Janeiro

Alban Darlan Batista Guerra (o 'Darlan') morreu em um confronto com policiais civis do Rio de Janeiro, no bairro Gardênia Azul, na zona oeste, da capital carioca

foto
Legenda: Alban Darlan Batista Guerra era um criminosos mais procurados pela Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE)do Ceará
Foto: Reprodução

Alban Darlan Batista Guerra (conhecido apenas como 'Darlan'), um dos criminosos mais procurados pela Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE), foi morto a tiros nesta sexta-feira (31), após confronto com a Polícia Civil do Rio de Janeiro.

Segundo a SSPDS, Darlan foi encontrado em um imóvel no bairro Gardênia Azul, na zona oeste do Rio de Janeiro. 'Darlan' foi baleado e não resistiu aos ferimentos e morreu. Uma pistola e um Toyota Corolla com placas de Caucaia foram apreendidos na ação policial. 

A inteligência da Polícia Civil do Ceará identificou uma movimentação de Darlan, saindo de Caucaia em direção ao Rio de Janeiro, no Toyota Corolla. Darlan chegou à cidade do Rio de Janeiro na última terça-feira (28)

Chefe de facção na Caucaia mata cunhado e foge da Polícia pela 3ª vez

Nova facção domina região de Caucaia e é suspeita de 18 homicídios

Polícia Militar invade festa de facção criminosa em Caucaia; 43 pessoas são levadas à Delegacia

 

A informação da chegada do Darlan foi confirmada e repassada para a Polícia Civil do Rio de Janeiro, que mobilizou equipes da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DRFVA) e da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core) para abordar o suspeito. Na madrugada desta sexta-feira, depois de tentar fugir dos policiais civis, Darlan foi atingido e teve morte no local.

Mulher detida

A polícia afirmou também que a companheira de Darlan também estava no imóvel. A mulher foi levada pelos agentes, junto com as apreensões, para ser ouvida em uma unidade da PCERJ, para fornecer esclarecimentos. A Polícia Civil informou que mantém os levantamentos acerca da atuação de Cilas e Darlan para identificar outros comparsas e pessoas que ajudaram com as atividades criminosas na cidade de Caucaia.

Darlan juntamente com o comparsa Francisco Cilas de Moura Araújo, conhecido como "Mago", preso no início de julho,  tinham forte atuação no município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A recompensa para quem fornecesse informações sobre o paradeiro de cada um deles era de R$ 10 mil.

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança