Juazeiro do Norte e Icapuí instituem selo de segurança para retomada do setor varejista

O objetivo é garantir um retorno com segurança tanto para os colaboradores, quanto para clientes

Legenda: Em Juazeiro do Norte, na região do Cariri, foi implantado o projeto "Loja + Segura"
Foto: Divulgação

A maioria das cidades do interior cearense vive a expectativa de sair da fase de transição e avançar para a primeira etapa de abertura econômica, segundo programa estabelecido por portaria do governo do Estado. Mediante essa realidade, Juazeiro do Norte e Icapuí definiram critérios para a retomada segura a partir da certificação de lojas.

Juazeiro do Norte aderiu ao Projeto "Loja + Segura", uma iniciativa da Associação Brasileira da Indústria de Equipamentos e Serviços para o Varejo (Abiesv). A iniciativa é pioneira no Estado. A secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedeci) do Município detalha que até o momento 88 estabelecimentos do setor varejista já cumpriram os requisitos e obtiveram a certificação.

As lojas certificadas são de segmentos diversos - óticas, confecção, peças automotivas, calçados, farmácias, material de construção e elétrico e salões de beleza - e todas elas adotaram as medidas de segurança recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e aprovadas pelos mercados nacionais e internacionais na reabertura do comércio, de forma a prevenir o contágio da Covid-19.

Na prática são medidas simples, já recomendadas e de conhecimento dos empresários e da população, mas é preciso sair do papel e ganhar efetividade no dia a dia. Uso de equipamentos de proteção individual, disponibilidade de álcool a 70%, sinalizações do distanciamento de mais de dois metros nas filas dos caixas e a obrigatoriedade de todos os clientes usarem máscaras.

O gerente comercial de uma loja do ramo de material elétrico, em Juazeiro do Norte, Eduardo Ribeiro, disse que as adequações feitas na loja contribuíram para manter a fidelidade dos clientes.

“É uma iniciativa que já apresenta bons resultados nas vendas”, pontuou.

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Juazeiro está sendo estimulada a incentivar os empresários associados à aderir a proposta. “Os empresários querem retomar os seus negócios, mas isso deve ser feito sem esquecer a saúde de seus colaboradores e dos clientes, como o período atual exige", pondera a secretária interina da Sedeci, Tatiane Kohlrausch,

A conquista do selo em Juazeiro do Norte exige adaptações necessárias nas lojas, segundo orientações de uma cartilha do programa, cadastramento, via QR Code e a última etapa é a validação. O Selo Loja + Segura deve ser fixado nas vitrines físicas e digitais.

Região litorânea 

A Secretaria da Saúde de Icapuí lançou nesta semana o selo "Icapuí - Retomada Segura", um reconhecimento para os estabelecimentos que cumprirem as recomendações de segurança e higiene de combate e prevenção à Covid-19.

A certificação é gratuita e deve ser solicitada pelo interessado à Vigilância Sanitária do Município. É necessário preencher um formulário simples de solicitação do selo que está disponível neste link.

Para o secretário de Saúde, Reginaldo Alves, é necessário que ocorra uma retomada segura das atividades econômicas para evitar retomada de casos da Covid-19, a partir da adesão dos empresários e dos moradores.

“Tudo vai depender do envolvimento dos comerciantes e da população. São medidas fundamentais para que o município não recue no enfrentamento ao coronavírus”, cita.

Alves reforçou que o selo foi instituído para dar segurança à população, uma vez que a sua concessão depende do cumprimento de normas preventivas e dos protocolos sanitários: uso indispensável da máscara, distanciamento de dois metros e o uso de álcool.

Desde a última quarta-feira (8), os lojistas da cidade já podem solicitar o selo, a partir do cadastramento. Quem irá fazer a vistoria do estabelecimento comercial será a Vigilância Sanitária do Município. Se houver cumprimento das normas sanitárias, a Secretaria da Saúde vai emitir a certificação, em até quatro dias, que deverá ser fixada em local visível ao público.

A coordenadora de Vigilância em Saúde de Icapuí, Ana Carla de Freitas, destacou que a iniciativa reforça práticas em acordo com as normas sanitárias definidos em decretos estadual e municipal, oferecendo mais segurança para os consumidores e funcionários das empresas.

Para o presidente da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece), Nilson Diniz, a instituição do selo que certifica a retomada segura das atividades econômicas é um exemplo a ser seguido por outras cidades. 

“Sem dúvida, é uma forma de reconhecimento dos esforços dos estabelecimentos comerciais na prevenção e no combate ao novo coronavírus, mas é preciso cautela. Tudo deve ser feito no seu tempo”.

Pandemia

No interior, a pandemia do coronavírus segue em crescimento na maioria das cidades. Juazeiro do Norte ultrapassou nesta quinta-feira (9), a marca dos cinco mil casos confirmados da Covid-19 e 136 óbitos. Já Icapuí tem 256 confirmações da doença e seis óbitos, de acordo com boletim da Secretaria da Saúde.