Professor acidentado agride socorrista do Samu em Iguatu

A Polícia Militar informou que o acidente ocorreu na rua 21 de Abril, próximo à agência do INSS

Local onde houve o acidente e a agressão ao socorrista do Samu
Legenda: Local onde houve o acidente e a agressão ao socorrista do Samu
Foto: Wandemberg Belém

Um acidente de trânsito resultou em uma agressão a um socorrista do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) por volta das 22 horas desta sexta-feira (8), na cidade de Iguatu.

A Polícia Militar informou que o acidente ocorreu na rua 21 de Abril, próximo à agência do INSS, no bairro Prado. Uma das vítimas, Marcos Alexandre de Souza Sobral, 34 anos, professor, ao ser atendido, agrediu um socorrista da equipe do Samu.

O agressor foi preso por uma patrulha da Polícia Militar e conduzido à Delegacia Regional de Polícia Civil, onde permanece preso. A realização de um exame etílico (bafômetro) constatou teor alcoólico de 0.88mg/l.

De acordo com o delegado, Carlos Araújo, plantonista da Delegacia Regional de Polícia Civil de Iguatu, o professor Marcos Alexandre Sobral vai responder por crimes de lesão corporal, ameaça, desacato, por embriaguez ao volante e por conduzir veículo automotor sem habilitação.

Segundo o depoimento do socorrista, Francisco Daniel dos Santos Vieira, a equipe do Samu ao chegar ao local encontrou a vítima caída, ao lado da moto. “Quando a gente se aproximou ele disse ‘não toque em mim’ e ao tentar colocar o oxímetro, ele deu um empurrão e em seguida um soco”, narrou a vítima no depoimento.

A equipe testemunhou e confirmou que a vítima estava bastante alterada e com sinais visíveis de embriaguez. O depoimento foi colhido pelo delegado plantonista, Lincoln Ferreira Guedes.

De acordo com o boletim da Polícia Militar, o acidente de trânsito teria envolvido uma colisão entre duas motos. Mas segundo o relato da equipe do Samu, o professor teria perdido o controle, batido em uma árvore e caído em seguida.

Você tem interesse em receber mais conteúdo da região do Ceará?