Cabine de teste rápido é instalada em entrada de hospital municipal de Coreaú

A cabine possui dois orifícios pelos quais o profissional de saúde realiza o procedimento e também conta com uma tela de acrílico que diminui a exposição.

Legenda: O equipamento possui uma tela de acrílico que impede a transmissão por gotículas de saliva.
Foto: Foto: Divulgação

Para testar pacientes com quadro suspeito de Covid-19, a Prefeitura de Coreaú, no noroeste cearense, instalou, na terça-feira (12), uma "cabine de teste rápido" na entrada do Hospital Municipal Fernando Teles Camilo. A cidade já tem 104 casos confirmados da doença e dois óbitos. Além disso, 56 pessoas foram curadas e dois pacientes permanecem internados com Covid-19 no território municipal. O último balanço foi divulgado pela Prefeitura, às 21h desta quarta-feira (12). 

"Já fizemos mais de 30 testes rápidos. Para fazer o exame o usuário precisa estar sintomático e ser notificado pela Unidade Básica de Saúde (UBS) da cidade", explica o secretário da Saúde de Coreaú, Noélio Albuquerque. "Após isso, marcamos o exame e ligamos para o usuário para comparecer no dia e hora do exame. Ele precisa trazer documento de identidade e cartão do SUS (Sistema Único de Saúde)."

Segundo o representante, os testes estão sendo feitos em todos os pacientes sintomáticos respiratórios que foram "atendidos, identificados e notificados" nas unidades de saúde da cidade. O agendamento considera também o tempo dos sintomas no paciente. "Atualmente, estamos fazendo acima dos 10 dias dos sintomas", pontua o secretário.

Cabine

A cabine, que possui dois orifícios pelos quais o profissional de saúde realiza o procedimento, também conta com uma tela de acrílico que diminui a exposição de paciente e de quem realiza o teste, impedindo a transmissão do vírus por gotículas de saliva. O material substitui equipamentos de proteção individual, como aventais impermeáveis e protetores faciais. 

"É um equipamento que diminui a possibilidade do profissional de saúde ser atingido por gotículas emitidas pelo paciente, principalmente se ele tossir ou espirrar no ato da coleta, além de ser ergonômica e não prejudicar o manejo preconizado para este procedimento", pontua a Prefeitura.

Conforme informado pela Secretaria da Saúde, a cabine será instalada em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) onde estão funcionando os Centros de Triagem de atendimento a pacientes com suspeita de Covid-19.