Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, testa positivo para a Covid-19 nos EUA

Queiroga esteve na Assembleia Geral da ONU nesta terça-feira (21)

ministro marcelo queiroga, de máscara, fala ao microfone
Legenda: Caso do ministro é o segundo caso na comitiva presidencial do Brasil que foi aos EUA
Foto: Divulgação/Ministério da Saúde

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga testou positivo para a Covid-19 nesta terça-feira (21). Ele está em Nova York, nos Estados Unidos, onde participou com o presidente Jair Bolsonaro da Assembleia Geral da ONU.

Nas redes sociais, Queiroga informou que cumprirá quarentena nos Estados Unidos, seguindo todos os protocolos de segurança sanitária.

"Enquanto isso, o Ministério da Saúde seguirá firme nas ações de enfrentamento à pandemia no Brasil", publicou o titular da pasta, na noite desta terça-feira.

Este é o segundo caso da doença na comitiva presidencial do Brasil que foi ao país americano.

O diplomata brasileiro que organizou a viagem de Bolsonaro e ministros para Nova York testou positivo para a Covid no sábado (18). Ele foi enviado ao país antes da comitiva para cuidar da agenda do presidente.

Dedo do meio para manifestantes

Na noite dessa segunda (20), Marcelo Queiroga, mostrou o dedo do meio a um grupo de manifestantes contrários ao presidente Bolsonaro, ao sair de uma recepção ao lado do político em Nova York, Estados Unidos. 

Na saída, alguns dos convidados do presidente responderam aos manifestantes antes de embarcar nos veículos, fazendo gestos com as mãos e batendo nos vidros.

Nesse momento, Queiroga, que já estava dentro de uma van, se levantou do assento e mostrou o dedo do meio ao grupo, que respondeu com gritos e repetindo o gesto. O episódio foi gravado por um dos participantes do protesto.