Em nova crise entre PT e Ciro no Ceará, Izolda defende aliança: "todo meu respeito"

A fala da pedetista ocorre horas após Ciro Gomes (PDT) atacar integrantes do PT e do MDB

Izolda Cela e Luizianne Lins tiveram reunião em fevereiro deste ano
Legenda: Izolda Cela adora um discurso conciliador em meio às rusgas entre aliados
Foto: Divulgação / Assessoria

Governadora do Ceará e pré-candidata à reeleição, Izolda Cela (PDT) destacou o respeito que tem aos partidos que compõem a base governista: "PDT, PT, MDB e PSD". A fala da pedetista ocorre horas após Ciro Gomes (PDT) atacar integrantes do PT e do MDB, entre eles, a deputada federal Luizianne Lins (PT) e o ex-senador Eunício Oliveira (MDB).

"Gostaria de expressar todo o meu respeito à aliança de partidos que ajuda a governar o Ceará e tem contribuído para os muitos avanços do nosso estado nesses últimos anos. PDT, PT, MDB, PSD e tantos outros que integram nosso Governo têm sido fundamentais em todo esse processo", disse a mandatária.

A governadora é a primeira integrante do PDT a sair, publicamente, em defesa das siglas aliadas após as falas de Ciro. Na semana passada, Izolda foi anunciada como a candidata preferida por integrantes do PT para liderar a chapa governista no pleito deste ano. Em fevereiro deste ano, ela teve um encontro com Luizianne, que ainda resiste à aliança com o PDT.

Cacique emedebista, Eunício Oliveira também apontou Izolda como o nome, dentre os quatro pré-candidatos pedetistas, que ele aceita discutir o apoio. Além da mandatária, o PDT avalia outros três nomes: o ex-prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio (PDT), o deputado federal Mauro Filho (PDT) e o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Evandro Leitão (PDT).

Ataques

Durante entrevista ao Jornal Jangadeiro nesta terça-feira (3), Ciro Gomes falou sobre o "lado corrupto do PT".

"No PT tem vários PTs, tem o Camilo, que tem nosso voto independentemente de ter acordo ou não. E é bom que todo mundo saiba se o interesse do Ceará estiver acima, se for com negócio de conchavo, de picaretagem, eu topo enfrentar o PT também. Tá aqui uma informação nova porque não vou me submeter a um lado corrupto do PT que também existe no Ceará", disse.

"Qual o defeito do Roberto Cláudio? O defeito é que ele pegou todas as escolas de Fortaleza nomeada por vereador, três anos de greve, e consertou a escola, que era a pior no Ceará"
Ciro Gomes (PDT)
Ex-governador e pré-candidato à Presidência

PT-PDT

Em resposta, o PT do Ceará convocou uma reunião emergencial para discutir a manutenção da aliança com o PDT. 

"As declarações de Ciro Gomes são de extrema agressividade, capazes inclusive de interditar de vez os esforços até então empreendidos pela manutenção da aliança com o PDT no Ceará"
Antônio Filho, o Conin
Presidente estadual do PT

Quem também saiu em defesa de Luizianne Lins foi o deputado federal Capitão Wagner (União Brasil), principal nome da oposição na disputa pelo Governo do Ceará.

"Mais uma vez me solidarizo com Luizianne Lins pelas injustas, machistas e preconceituosas agressões sofridas no dia de hoje. Agressões que partem daquele que não respeita professor(a), médico(a), estudante, policial e nem respeita a mãe de eleitor", escreveu o parlamentar.

O ex-ministro Ciro Gomes foi procurado após a repercussão de suas declarações, mas não respondeu.


Assuntos Relacionados