Procedimentos preliminares da SMS já apuram vacinação de Thyane Dantas em Fortaleza

Influenciadora recebeu 1ª dose de vacina contra a Covid na última quinta (8), mesmo estando fora do público-alvo na ocasião

Thyane Dantas recebendo vacina contra a Covid-19 em Fortaleza
Legenda: Thyane recebeu primeira dose em um shopping da Capital, logo após Wesley Safadão
Foto: reprodução/Instagram

Os procedimentos preliminares para apurar as circunstâncias da vacinação da influenciadora Thyane Dantas em Fortaleza já foram tomados pela Secretaria de Saúde do Município (SMS). A informação, que aponta investigação de possível irregularidade no caso, foi confirmada pela coordenadora jurídica da pasta, Angélica Ribeiro, em live nesta segunda (12), com balanço da campanha de imunização contra a Covid-19 na Capital. 

Segundo a SMS, as informações já estão sendo colhidas. "É para reforçar junto à população a determinação, a partir dos fatos narrados e de conhecimento da secretaria, de apuração efetiva e rigorosa dos fatos, que levaram a uma possível vacinação irregular e/ou desobediência nos fluxos estabelecidos para a vacinação", comunicou Angélica Ribeiro.

Na última quinta-feira (8), Thyane Dantas compareceu a um dos locais de vacinação em solo fortalezense e recebeu 1ª dose da vacina contra o coronavírus.

Entretanto, após divulgação de vídeos nas redes sociais, verificou-se que a influenciadora possui data de nascimento em 1991 e, portanto, estava fora do público-alvo da data. Na ocasião, apenas pessoas nascidas até 1989 estavam em atendimento.

Vacinação sob suspeita

Thyane compareceu ao centro de aplicação junto do cantor Wesley Safadão, esposo dela, que estava agendado para aplicação da dose em questão no Centro de Eventos do Estado do Ceará.

Nesse sentido, porém, as investigações também devem elucidar se o artista pode ter se dirigido a um local diferente do proposto com a finalidade de escolher a fabricante do imunizante. Wesley foi inoculado com a dose em um shopping de Fortaleza.

Thyane e Wesley após vacinação
Legenda: Wesley e Thyane registraram momento da vacinação nas redes sociais
Foto: reprodução/Instagram

"É importante ressaltar que o procedimento já foi instaurado, as avaliações preliminares já estão em andamento e seguirão com todo rigor necessário e em respeito também ao contraditório, sem fazer pré-julgamentos que possam impactar a imagem dos profissionais de saúde, que até então atuam de forma tão efetiva e responsável nessa campanha", relatou a coordenadora jurídica

Alvo do MPCE

As informações sobre a vacinação de Thyane Dantas e Wesley também são alvo de investigação do Ministério Público do Estado do Ceará, o MPCE. O órgão abriu procedimento sobre a questão ainda na última sexta-feira (9), com o intuito de solicitar informações do casal e do próprio município.

Para isso, o MPCE solicitou dados como lista de vacinados, o horário de vacinação do casal e informações a respeito das “sobras” de vacina. Além disso, foram requisitados ao município os relatos de servidores responsáveis pelo preenchimento dos cartões e pela aplicação da vacina.

Ainda no início da tarde desta segunda-feira (12), o promotor de Justiça Eneas Romero informou que o ministério ainda está no aguardo das informações.

"Foram pedidas todas essas que são necessárias a princípio. A partir delas, vamos definir quais os próximos passos necessários para continuar nossa investigação", pontuou.

Durante a live nas redes sociais, Angélica Ribeiro ressaltou a cooperação com o órgão. "Esses dados serão repassados à população sem que haja prejuízo aos outros órgãos de controle que já estão averiguando esses fatos", delimitou.

Explicação da assessoria

Na última quinta (8), com a repercussão do caso entre moradores da cidade e nas redes sociais, a assessoria de Wesley Safadão se pronunciou sobre a vacinação de Thyane.

Em nota oficial, o informado foi que a vacina aplicada na influenciadora de 30 anos seria proveniente de 'dose de sangria'.

"Cada dose dá em média um número [de] aplicações, depende de qual for, e se não forem aplicadas na hora são descartadas. Por esse motivo, os profissionais estão autorizados a aplicar em quem estiver no local, mesmo que não esteja no dia certo para vacinação, para que não haja descarte do material", informou o texto.

No entanto, a SMS descartou que doses remanescentes tenham sido aplicadas na quinta antes das 17 horas, horário do fim da vacinação na data.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza